CidadeNotícias urgentes

Prefeitura de João Pessoa enfatiza a importância da imunização contra a meningite

No Brasil, a meningite é considerada uma doença endêmica. Casos são esperados ao longo de todo o ano, com a ocorrência de surtos e epidemias ocasionais. A ocorrência das meningites bacterianas é mais comum no outono e inverno e das virais na primavera e verão. Sobretudo, para garantir e assegurar essa proteção, seis vacinas são recomendadas e ofertadas pela Prefeitura de João Pessoa: BCG, Pentavalente, Pneumocócica 10-valente (Conjugada), Meningocócica C (Conjugada), Meningocócica ACWY (Conjugada) e Pneumocócica 23-valente. Esta última é disponibilizada apenas para pessoas acamadas e hospitalizadas.

A meningite é uma inflamação das meninges, membranas que envolvem o cérebro e a medula espinhal, podendo ser causada por bactérias, vírus, fungos e parasitas. As meningites virais e bacterianas são as de maior importância para a saúde pública, considerando a magnitude de sua ocorrência e o potencial de produzir surtos.

“Sobre uma proteção eficiente é inquestionável que manter a caderneta vacinal atualizada é a forma mais segura de estar protegido contra diversas doenças imunopreveníveis, principalmente das crianças menores de cinco anos, que ainda estão em processo de desenvolvimento da imunidade e as vacinas auxiliam no fortalecimento desse sistema imunológico”, alertou Fernando Virgolino, chefe da Seção de Imunização da Prefeitura de João Pessoa. “Assim como as vacinas de campanha, as vacinas que fazem parte do calendário de rotina, a exemplo das que protegem contra meningite, precisam estar em dia, de acordo com cada faixa etária”, completou.

Para adolescentes na faixa etária de 11 a 14 anos é indicada a vacina meningocócica ACWY (Conjugada). Para atualização da caderneta vacinal, este grupo pode aproveitar a oportunidade para se proteger contra HPV, indicada para meninos e meninas de 9 a 14 anos, 11 meses e 29 dias e contra dengue, para crianças e adolescentes de 10 a 14 anos.

Os casos podem ser suspeitos para meningite quando a criança acima de nove meses ou adulto apresentarem os seguintes sintomas: febre, cefaleia, vômitos, rigidez de nuca, outros sinais de irritação meníngea (Kernig e Brudzinski), convulsão, sufusões hemorrágicas (petéquias) e torpor. No caso de crianças abaixo de nove meses, além dos sintomas acima, observar também irritabilidade (choro persistente) ou abaulamento de fontanela.

Dados epidemiológicos – Segundo boletim epidemiológico da Secretaria Estadual de Saúde, em 2024, na Paraíba, foram registradas 51 notificações suspeitas para meningite. Sendo 17 confirmadas, 15 descartadas, e 19 segue em investigação. Em 2023 foram 51 casos suspeitos – 29 confirmados, 21 descartados e 01 em investigação. Já em João Pessoa, em 2024, segundo dados da Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), foram 17 casos notificados – 05 descartados, 06 confirmados e 06 seguem em investigação.

Vacinas de campanhas – Além do alerta para atualização da caderneta e do cartão de vacinação, a Prefeitura de João Pessoa segue convocando a população para prevenção com as vacinas das campanhas ativas, que protegem contra Covid-19, Influenza e dengue.

Contra a dengue, a vacina é recomendada para crianças e adolescentes de 10 a 14 anos, com o esquema composto de duas doses, em intervalo de três meses entre as doses. Contra Influenza, a vacina foi ampliada para toda população a partir de seis meses de idade. Já contra Covid-19, a oferta das doses é da seguinte forma:

Para crianças de 6 meses a 4 anos, 11 meses e 29 dias, o esquema vacinal é composto de três doses, com o primeiro intervalo de quatro semanas e o segundo de oito semanas. A partir de cinco anos de idade, o esquema é composto de duas doses, com quatro semanas de intervalo. Já o intervalo para pessoas imunocomprometidas a partir de 5 anos de idade também são ofertadas três doses, com intervalo de quatro e oito semanas.

Para as pessoas que integram o grupo prioritário, a vacinação contra Covid-19 passou a ser anual. Já para imunocomprometidos, gestantes, puérperas e idosos a partir de 60 anos, a recomendação é uma dose por semestre, com no mínimo seis meses da administração da última dose do imunizante.

Documentação – Para vacinação é importante apresentar um documento oficial com foto ou registro da criança ou adolescente, o Cartão do SUS e o cartão ou caderneta de vacina.

Vacinação Domiciliar – Para pessoas acamadas e restritas ao leito, é necessário fazer agendamento, por meio do número (83) 98645-7727. As vacinas são disponibilizadas nos domicílios, de segunda a sexta-feira, no horário das 8h às 16h.

Locais de vacinação em João Pessoa nesta terça-feira (14):

Unidades de Saúde da Família (USFs)
Vacinas de Campanha (Dengue, Covid-19 e Influenza) e de rotina
Horário: 7h às 11h e das 12h às 16h (de segunda a sexta-feira)
*exceção: Alto do Céu II, Cidade Verde e Jardim Planalto

Policlínicas Municipais e Centro Municipal de Imunização
Vacinas de Campanha (Dengue, Covid-19 e Influenza) e de rotina
Horário: 8h às 16h (de segunda a sexta-feira)

Home Center Ferreira Costa
Ofertando apenas as vacinas contra Influenza e Dengue
Horário: 12h às 21h (de segunda a sexta-feira)
8h às 16h (sábado)

Shopping Sul
Ofertando apenas as vacinas contra Influenza e Dengue
Horário: 12h às 21h (de segunda a sexta-feira)                  
10h às 16h (sábado)

Shopping Tambiá
Ofertando apenas as vacinas contra Influenza e Dengue
Horário: 12h às 20h (de segunda a sexta-feira)
9h às 16h (sábado)

Vacinação Domiciliar
Agendamento: (83) 98645-7727 – (Apenas whatsapp)
Horário: 8h às 16h (de segunda a sexta-feira)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *