Governadores do NE discutem prioridades para combater a fome e obras estruturantes

Os governadores do Nordeste estão, neste momento, participando no Centro de Convenções, a portas fechadas, da primeira reunião do Consórcio Nordeste sob o comando do governador João Azevêdo. Uma das principais questões em discussão será a recomposição, pelo governo federal, das perdas que os estados da região tiveram com a redução do ICMS dos combustíveis e, também, a consolidação de uma pauta de reivindicações de cada estado, em termos de obras estruturantes, que será apresentada ao presidente Lula. Da Paraíba, uma das prioridades será a triplicação da BR 230 de Cabedelo a Cajazeiras.

“espero que tenhamos a condição de repetir basicamente o que fizemos em todas as outras reuniões que fizemos ao longo de quatro anos do consórcio, com discussões produtivas, decisões consensuais e, desta vez, contando com o apoio fundamental do presidente da República, que trabalha no sentido de restabelecer as relações institucionais do governo federal e governos estaduais”, disse o governador João Azevêdo, que apresentará na próxima sexta-feira a Carta de propostas e reivindicações do Consórcio ao presidente Lula. Nesse documento, cada estado elencará três reivindicações de obras. Além disso, apresentará as propostas gerais para a região, especialmente em relação às perdas de ICMS e ações de combate à fome.

Segundo o governador, nas propostas comuns, o Consórcio Nordeste focará, também, na logística de transportes para a região, envolvendo investimentos nas áreas rodoviária, ferroviária e portuária, bem como alteração da legislação em relação às energias renováveis, que é uma pauta que interessa não apenas ao Nordeste, mas a todas as regiões.

Outro ponto em discussão é a obra do terceiro eixo da Transposição do Rio São Francisco. “Precisamos destravar esses recursos, o presidente Lula sabe como ninguém da importância dessa obra para o Nordeste”, destacou Azevêdo.

Ele define o Consórcio Nordeste como o instrumento de representatividade da Região Nordeste, de uma região. “Mas também passamos para todo o país o nosso pensamento sobre o que é o fazer política”, completou, lembrando que o presidente Lula tem prestigiado a entidade. “Tanto que fomos o primeiro consórcio regional a ser recebido por ele”.

Gisa Veiga