Em Bananeiras, enquanto o prefeito se esmera para atingir o topo da reprovação de contas, a oposição abre as fronteiras do mundo para as localidades isoladas do município

Em Bananeiras, a Oposição não está nem aí para a derrocada politica do prefeito Douglas Lucena, que se constitui um fenômeno, quando o quesito é reprovação de contas. Numa escalada acelerada para conquistar o pódio no ranking do desmantelo em gestão pública, Douglas mais uma vez foi reprovado como gestor pelo Tribunal de Contas do Estado.

Douglas, trajado a rigor para receber o diploma de reprovado

As contas da prefeitura de Bananeiras, relativas ao exercício de 2018 (Processo 06257/19) foram rejeitadas pelo Tribunal de Contas do Estado, em sessão por videoconferência, realizada nesta quarta-feira (23), tendo entre as principais irregularidades e que ensejaram a reprovação, o não repasse ao instituto de previdência das contribuições previdenciárias descontadas dos salários dos servidores, e o não cumprimento dos percentuais mínimos para os gastos em saúde e educação.

Essa intimidade de Douglas Lucena com a reprovação já virou hábito, estilo de Governo que caracteriza o gestor, um incorrigível violador das boas regras da administração pública várias vezes chamado ao feito e várias vezes recaindo no erro. A falta de recolhimento dos recursos aos regimes geral e próprio da Previdência tem sido recorrente nos julgamentos das contas de prefeituras municipais, com destaque para Bananeiras nessa competição para driblar as regras do jogo.

Sempre bela e atuante, senadora abre as fronteiras do mundo para localidades isoladas de Bananeiras

A irregularidade tem motivado decisões contrárias à aprovação das prestações de contas. Segundo o relator, Antônio Gomes Vieira Filho, o município deve ao instituto de previdência o percentual de 44,06%, tendo sido retidos dos contracheques dos servidores e não repassados a quantia de R$ 233.7 mil. À previdência geral, o montante pago chegou a 60%.

Enquanto o prefeito Douglas Lucena se debate nas malhas do TCE, a oposição avança nos serviços e ações prestadas em benefício do povo de Bananeiras com a inestimável e charmosa ajuda da encantadora senadora Daniela Ribeiro, que resolveu ampliar o mundo aproximando e abrindo suas fronteiras para as localidades distantes do município, retirando essa população daquela condição de isolamento que caracterizava a cidade fictícia de Macondo, onde até o gelo era visto com espanto.

Senadora Daniella Ribeiro consegue antena de telefonia móvel para Bananeiras a pedido de Matheus.

A Senadora Daniella Ribeiro, presidente da Comissão de Ciência e tecnologia, divulgou vídeo comemorando a chegada, através de sua força em Brasília, de uma antena de telefonia móvel nos distritos de Roma e Vila Maia no Município de Bananeiras.

A senadora ressaltou o esforço do pré-candidato a prefeito de Bananeiras Matheus Bezerra, que no mês de março, se reuniu com a senadora para tratar desse assunto.

Em breve, a senadora irá a Bananeiras acompanhada dos representantes da empresa que fará os investimentos nos dois distritos.

Redação/Assessoria