Vocação de Nilvan para a fraude sai dos inquéritos policiais para o Guia Eleitoral

A sabedoria popular diz que o vício do cachimbo deixa a boca torta. Essa assertiva concebida pela inteligência do homem comum cabe bem no surfista das ondas do rádio que quer tomar de assalto a prefeitura, carregado em  andor pelas forças mais reacionárias da capital.

Nilvan é uma fraude política que as urnas vão desmascarar

Nilvan jamais perdeu o cacoete de recorrer a cópias, mesmo que criminosas, para alcançar seus objetivos, como fez quando pregou nas suas confecções do Paraguai, as etiquetas das grifes mais famosas da moda brasileira para empurrar na sua crédula clientela a preços promocionais.

Quem fuma cachimbo não corrige a boca, e Nilvan continua com a sua torta, o que pode ser comprovado pela sua propaganda eleitoral, onde, em cinismo estarrecedor, apresenta um velho programa de Governo da gestão de João Azevedo, que contempla a juventude com sua primeira chance de emprego.

Programa que foi lançado pela primeira vez em abril de 2019 com o objetivo de fazer ingressar no mercado de trabalho alunos do ensino médio da rede estadual, através de medida provisória.

Em maio do mesmo ano a medida provisória foi transformada em decreto e, em fevereiro deste ano, 2020 a coordenação do programa dava entrevistas à imprensa paraibana, exaltando o êxito da iniciativa educacional da gestão de João Azevedo.

Apesar de todo esse registro exitoso, revelando o acerto do Programa Primeira Chance, Nilvan não hesitou em copiar da forma mais descarada e revelar na sua propaganda eleitoral que fará do programa de João, programa de governo na sua gestão, caso convença o eleitor de que, a fraude seria uma boa alternativa política.

Para quem queira apreciar melhor essa vocação de se apossar de forma fraudulenta das “etiquetas” dos outros, é só assistir o guia eleitoral do candidato do MDB e ver toda sua capacidade de adulterar marcas e ideias.

Uma inclinação para a fraude que nem os inquéritos policiais abafaram; e o pirata comercial agora invade o cenário político, imprimindo suas digitais, já conhecida dos arquivos da Policia, no programa dos outros.

 

Esse Nilvan é uma fraude da cabeça aos pés!