PSL reafirma convenção para o dia 16, e confirma o Capitão Jaerson como candidato a prefeito, iniciando a faxina política que Bayeux exige e precisa

Estão em plena efervescência as convenções partidárias com as candidaturas sendo homologadas e entrando em campo para disputar a preferência do eleitor nas urnas. São muitos e não tão diversos os cenários, já que na maioria predomina o desmando, a incompetência e, acima de tudo a corrupção, onde gestores públicos mal-intencionados passaram muito tempo prevaricando, transformando em terra arrasada o que podia ser bem diferente pela expressão dos recursos que manipularam e foram mal-empregados.

Na próxima quarta-feira (16), o PSL de Bayeux realiza sua convenção para definir a chapa majoritária encabeçada pela juventude e determinação de um jovem oficial da Polícia Militar, Jaerson Silva (C), que deixa as fileiras da corporação para travar o bom combate nas urnas, e oferecer ao município devastado uma alternativa de redenção, de reencontro com a dignidade e com a moralidade na condução dos seus destinos.

Jaerson foi uma escolha pessoal do presidente estadual do PSL, deputado federal Julian Lemos, para redimir Bayeux da devastação moral que assolou a cidade nas últimas décadas, quando a falta de pudor e a escassez de princípios atrofiaram o desenvolvimento e o progresso.

Jaerson conta com o apoio incondicional do deputado Lemos

Os indicadores econômicos de Bayeux apontam para o caos, em áreas como Infraestrutura, Educação e Saúde completamente sucateadas pela voracidade da corrupção instalada no Poder, onde todo tipo de pilantra encontrou espaço e vez para saquear os cofres públicos.

Aventureiros vindos das mais diversas regiões do estado encontraram em Bayeux guarida para prosperar e a demagogia fez moradia com as promessas e os métodos mais aviltantes empregados com o único intuito de encher os bolsos dessa súcia que aportou no município.

Nessas eleições, a cidade terá uma oportunidade rara para aposentar essa caterva política que prospera às custas de negociatas, transformando o Poder Público, nas suas diversas esferas, em balcão de negócios, os mais devastadores do ponto de vista da moralidade pública.

O capitão Jaerson é filho da terra de onde nunca se afastou, conhecendo suas necessidades e carências, identificado seus moradores pelo nome de família e pelo endereço, percorrendo ruas, avenidas, becos e vielas, com a intimidade de quem é de casa.

É com essa bagagem de filho da terra, diferente dos aventureiros que aportaram em Bayeux para sugar a força de trabalho do seu povo, que o Capitão do Renascimento pretende botar nas ruas sua tropa de choque, nesta quarta-feira, para iniciar a faxina política que a cidade tanto necessita.

Confiado nessa força jovem, o Partido Social Liberal – PSL – reafirmou para o próximo dia 16 a realização de sua convenção que vai oficializar o nome do capitão Jaerson como candidato à Prefeitura da cidade de Bayeux.

A Convenção está confirmada para o dia 16 de setembro, e será realizada na Rua Flávio Maroja, 239, Jardim São Severino, em Bayeux, no horário das 9h às 14h.

Na ordem do dia estão: escolha dos candidatos a prefeito, vice-prefeito e vereadores, formação de coligação partidária às eleições majoritárias de 2020, sorteio do número dos candidatos a vereador, além de outros assuntos de interesse partidário e eleitoral.

“Estamos dialogando com a população, expondo nosso pensamento sobre nossa cidade, e eu diante de tudo que tem acontecido em nosso município, que tem penalizado muito nossa população não poderia ficar omisso e hoje na condição de pré-candidato, fico feliz pela receptividade e dia 16 daremos mais um passo com a convenção de nosso partido o PSL”, comentou o Capitão Jaerson.