Coronavírus mata em média 3 pessoas por dia na Paraíba

Desde o dia 31 de março, quando foi registrada a primeira morte por coronavírus na Paraíba, em média, 3 pacientes com o patógeno morrem diariamente no estado. Os dados foram atualizados nesta terça-feira (12) por meio do Boletim Epidemiológico semanal da Secretaria de Estado da Saúde (SES).

Até essa segunda (11), 139 pessoas morreram por Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus, em 41 dias na Paraíba. A taxa de mortalidade está em torno de 6%, assim como a média nacional. Para efeitos comparativos, as arboviroses, que são doenças causadas pelo Aedes Aegypti, como dengue, zika e chikungunya, juntas, mataram 13 pessoas na Paraíba, sendo 9, 3 e 1, respectivamente, em todo o ano de 2019.“O crescimento registrado particularmente nos últimos 17 dias é significativo, principalmente a partir do dia 28 de abril, quando os casos sempre permaneceram acima da média, e de maneira muito expressiva no dia 4 de maio com o registro de 10 óbitos no dia, o que caracteriza um padrão de crescimento” afirma a SES.

O número de cidades com mortes causadas pelo novo vírus subiu de 22 para 25 em uma semana, o que representa uma alta de 13,6%. As vítimas mais afetadas pelo novo coronavírus são as pessoas com comorbidades, sendo hipertensão, diabetes e cardiopatia as principais.

Mais de 70% dos casos de todo o estado estão concentrados na Região Metropolitana de João Pessoa (RMJP), sendo a Capital o epicentro da epidemia na Paraíba, com 1.230 confirmações. Conforme o Boletim Epidemiológico desta terça (12), Caaporã (178.67), na RMJP, Condado (165.31) e Coxixola (156.17), no interior, apresentam as maiores incidências da doença por 100 mil habitantes, seguidas por João Pessoa (137.70), Santa Rita (130.32) e Cabedelo (122.53), também na RMJP.Com o aumento sucessivo no número de casos confirmados e mortes em todo o estado, as medidas de isolamento adotadas por gestores públicos têm se tornado cada vez mais rígidas, mas apenas parte da população segue as recomendações.

Prefeito de JP alerta para o isolamento

No fim de semana das mães, João Pessoa e todo o estado registraram, em média, cerca de 40% de taxa de isolamento, abaixo dos 70% recomendados pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Autoridades e especialistas defendem o isolamento como principal medida para conter o avanço do novo coronavírus, enquanto não são desenvolvidos vacina e medicamentos que combatam o patógeno.

Segundo o secretário de Saúde da Paraíba, Geraldo Medeiros, à TV Correio nesta terça (12), as pessoas não estão respeitando o isolamento, o que tem contribuído para o aumento de casos, principalmente na RMJP.