Campanha “UFPB Pela Vida” será lançada no dia 12 em parceria com Hemocentro da PB

A Universidade Federal da Paraíba (UFPB) lança, na próxima quarta-feira (12), a campanha “UFPB Pela Vida”, em parceria com o Hemocentro da Paraíba, visando estimular a doação de sangue pelos membros da comunidade universitária e pela população em geral, com o intuito de ajudar a salvar vidas. O lançamento oficial, com a presença do Reitor da UFPB, Prof. Valdiney Gouveia, e da Vice-reitora, Liana Filgueira, acontecerá às 9h, no Hemocentro, localizado no bairro de Jaguaribe, em João Pessoa.

Reunião no gabinete

A campanha recebeu total apoio da Reitoria em razão da sua relevância e o objetivo é envolver toda a sociedade civil paraibana. Para se ter uma ideia, uma bolsa de sangue consegue atender até quatro pessoas. Com vistas ao lançamento da campanha, no dia 12, a UFPB convidou gestores, docentes, técnicos administrativos, discentes e servidores terceirizados que, nesta data, doarão sangue com o objetivo de reforçar os estoques da Paraíba.

O Reitor da UFPB ressaltou a responsabilidade da UFPB para com a sociedade, destacando que a Paraíba tem bancos de sangue com estoques muito abaixo do necessário. “A UFPB precisa se integrar nessa campanha. A Universidade é parte da sociedade paraibana, ela tem o papel de difundir boas práticas, boas ações e nada mais nobre do que doação de sangue. Nós temos uma comunidade universitária total em torno de 50 mil pessoas que tem um potencial enorme de contribuir com os bancos de sangue da Paraíba”, afirmou o Reitor Valdiney Gouveia.
Prof. Bruno Galvão, biomédico e docente do Departamento de Fisiologia e Patologia do Centro de Ciências da Saúde (CCS) da UFPB, explicou que a ideia de promover uma ação nesse sentido partiu da coordenação do curso de Biomedicina, ao observar os baixos estoques de hemoderivados na Paraíba e no Brasil. “Essa área de banco de sangue e hematologia é uma das áreas de habilitação do biomédico, por isso que é tão importante para o curso promover essa iniciativa”, esclareceu o docente.

Segundo a diretora do Hemocentro, Shirlene Gadelha, os estoques variam de acordo com os tipos sanguíneos e alguns deles, hoje, estão zerados. “Nós termos que ter em média de 200 a 210 doações por dia para que possamos ter um estoque confortável”, explicou.

Após seu início, a campanha passará a ser uma ação permanente da UFPB, sendo institucionalizada por meio de cadastro como projeto do Fluxo Contínuo de Extensão (Fluex).

Para a Pró-reitora de Extensão, Profa. Berla Moraes, é importante esclarecer e incentivar as pessoas a incluírem a doação de sangue em sua rotina. “Mensalmente, traremos temas sobre a importância e benefícios da doação de sangue, em conjunto com o Hemocentro traremos informações sobre como estão os estoques, ressaltando a perspectiva humana da doação”, informou a Profa. Berla Moraes.

A campanha utiliza as cores vermelho e verde, simbolizando, respectivamente, o sangue da doação e a vida. “Nós vamos ter professores e alunos do curso de Biomedicina que vão doar sangue e estamos articulando para que, cada vez mais, outros segmentos da Universidade possam participar”, adiantou o Prof. Bruno Galvão.