Cabo Gilberto confirma que saiu ônibus da PB para manifestações em BSB

O deputado federal eleito Cabo Gilberto (PL) disse, em entrevista ao jornal A União, que vai ajudar os paraibanos que foram detidos em Brasília por participar dos atos de vandalismo aos três poderes. Ele informou que já começou uma articulação com advogados e parlamentares do Distrito Federal para que eles sejam soltos e retornem ao Estado. (via jornal A União)

Cabo Gilberto confirmou a informação de que um ônibus saiu da Paraíba em direção a Brasília, mas não soube dizer a quantidade de pessoas. “Não tenho ideia de quantos foram, mas um ônibus foi. É o que escutei, mas não tenho confirmação das informações”, disse.

“Estamos conversando com advogados em Brasília, para ajudar os paraibanos da melhor forma possível, Tudo o que tivermos em nossas condições, vamos fazer. Porque os paraibanos que vi nos vídeos não estavam cometendo crime”, afirmou o deputado.

O parlamentar enfatizou, ainda, que os paraibanos estavam agindo pacificamente nos atos. “Eu concordo com a medida da lei com os atos de vandalismo, que os responsáveis sejam presos e identificados, mas não concordo com a prisão de duas mil pessoas, não foram duas mil pessoas que fizeram isso”, disse, sem levar em conta a questão da co-responsabilidade.

Apesar das críticas aos atos de terrorismo, o deputado chegou a comparar a ação da Polícia Federal contra os bolsonaristas com o nazismo, que aconteceu durante a Segunda Guerra Mundial, na década de 1940. “Não podemos passar pano para o que está acontecendo no Brasil. Foram levadas pessoas que estavam no acampamento, inclusive idosos, crianças, adolescentes, para a academia da polícia. Estamos repetindo uma das cenas mais tristes que são os campos de concentração”, exagerou, numa comparação infeliz.

 

Em grupos de whatsapp, bolsonaristas tentam arrecadar fundos para soltar os paraibanos. Em pedidos de “vaquinhas”, eles afirmam que advogados têm pedido R$ 1,5 mil apenas para visitá-los no local. Em entrevista a uma rádio na manhã de ontem, o advogado João João Alberto, da Ordem dos Advogados Conservadores na Paraíba (OACB), informou que irá ao Distrito Federal defender os paraibanos bolsonaristas.

O deputado estadual Walber Virgolino (PL) afirmou, em um vídeo publicado nas suas redes sociais, que a OACB vai atender aos paraibanos gratuitamente. “O paraibano que estiver em Brasília pode contar com a atuação dos advogados que integram a OACB, é uma instituição sem fins lucraticos, criada para ajudar as pessoas, principalmente as pessoas de direita”, disse.

Além disso, o parlamentar se defendeu durante o vídeo, enfatizando que apesar de apoiar os paraibanos através do envio de advogados, não está incentivando os atos de vandalismo. “Isso aqui não é incentivar, financiar. Não está saindo dinheiro público de nada, não está saindo dinheiro do meu bolso, e de nada, as pessoas voluntariamente estão ajudando”.

*Matéria assinada por Iluska Cavalcante