Veneziano é o primeiro candidato ao governo entrevistado nas sabatinas da CMJP

Sempre ao final de cada entrevista, os postulantes ao cargo de governador serão convidados a assinar a “Carta de João Pessoa” assumindo alguns compromissos com os destinos da cidade.

 

Veneziano Vital do Rego (MDB) é o primeiro entrevistado das sabatinas com os candidatos ao governo do Estado, que serão promovidas pela Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP), a partir desta terça-feira (30), às 10h. Sempre ao final de cada entrevista, os postulantes ao cargo de governador serão convidados a assinar a “Carta de João Pessoa” na qual eles assumirão compromissos com os destinos da cidade. O documento já foi assinado por todos os vereadores da Capital e encaminhado aos candidatos à presidência da República.

A carta destaca os valores, potencialidades e necessidades que os representantes mais próximos do povo observam no contato, dia a dia, com a população. O documento ressalta que João Pessoa se encaminha para atingir a marca de um milhão de habitantes, o que exige cuidados e atenção do mandatário do Palácio da Redenção, bem como do Palácio do Planalto. Investimentos nas áreas de saúde, educação, infraestrutura, turismo, emprego e renda são apontados na carta como imprescindíveis ao desenvolvimento sustentável da Capital. “A capital de todos os paraibanos, a referência para todo o estado, precisa e deseja ser ouvida na estruturação das políticas públicas na esfera estadual. E este é um compromisso que nós, vereadores e o povo de João Pessoa, esperamos ver assumidos pelo futuro governador. Por entender que não há solução para estes problemas fora da política”, reforça o documento.

A CMJP vai promover sabatinas com os candidatos ao governo do Estado, no Plenário Senador Humberto Lucena, sede do Legislativo Municipal, de 30 de agosto a 8 de setembro. Segue a lista com os candidatos e a data de cada entrevista.

30/08 – Veneziano Vital do Rêgo (MDB)

31/08 – Major Fábio (PRTB)

01/09 – Adjany Simplício (PSOL)

02/09 – João Azevêdo (PSB)

06/09 – Nilvan Ferreira (PL)

08/09 – Adriano Trajano (PCO)

Por incompatibilidade de agenda, os candidatos Antônio Nascimento (PSTU) e Pedro Cunha Lima (PSDB) informaram que não vão participar da sabatina e, portanto, deixarão de assinar o termo de compromisso com os cidadãos da capital do Estado, a “Carta de João Pessoa”.

As entrevistas serão realizadas no Plenário Senador Humberto Lucena e reproduzidas, simultaneamente, pelos meios de comunicação da Casa Napoleão Laureano (TV Câmara JP, Rádio Câmara FM, Portal de Notícias e Mídias Digitais).

 

Abaixo confira a íntegra da ‘Carta de João Pessoa’.

 

CÂMARA MUNICIPAL DE JOÃO PESSOA

Casa Napoleão Laureano

C a r t a  d e  J o ã o P e s s o a

Vivemos numa cidade que caminha para alcançar, nos próximos anos, a expressiva marca de 1 milhão de habitantes. A terra de Ariano Suassuna, Hebert Viana, do mestre Fuba e de tantos outros que deram suas contribuições para elevar o nome de João Pessoa. Esta terra maravilhosa, cujos casarios e igrejas barrocas do Centro contrastam com a modernidade verticalizada das construções da Orla. É uma cidade com 437 anos de fundação, a terceira mais antiga do país, de praias lindas e verde exuberante.

Por tudo isso, há motivos de sobra para dizer que João Pessoa é tudo de bom. Mas é, também, uma cidade que precisa de cuidados e de atenção do mandatário do Palácio da Redenção, bem como, e por que não, do Palácio do Planalto. O município viveu, nos últimos 30 anos, uma intensa expansão populacional. Saiu de 497.306 habitantes, segundo o Censo de 1991, para os atuais 825.796, um crescimento superior a 66%, o que torna mais desafiador o trabalho do poder público. E desafiador principalmente porque essa progressão não foi acompanhada de serviços públicos na medida desejada.

Os bairros mais distantes padecem de serviços adequados de saúde, educação e infraestrutura. O Centro Histórico precisa de atenção especial, para que seja recuperado como polo comercial, turístico e de inovação. Os nossos jovens precisam de maior qualificação profissional e mais empregos. A capital de todos os paraibanos, a referência para todo o estado, precisa e deseja ser ouvida na estruturação das políticas públicas na esfera estadual. E este é um compromisso que nós, vereadores e o povo de João Pessoa, esperamos ver assumidos pelo futuro governador. Por entender que não há solução para estes problemas fora da política.

Nosso objetivo é que o próximo governador, independente de ideologia ou coloração partidária, veja a prefeitura de João Pessoa como parceira. A história recente mostrou o efeito danoso do insano divisionismo administrativo entre o município e o Estado. E quando falamos em parceria, nos referimos à necessidade de união em prol do povo desta cidade. Isso porque a capital tem pressa para ver resolvidos problemas em áreas vitais como saúde, educação, emprego e infraestrutura. Em muitas localidades, faltam ruas pavimentadas, esgotamento sanitário, escolas, postos de saúde e hospitais.

Ciosos dos mais puros princípios democráticos, nós, vereadores, queremos ser inseridos nestas discussões, afinal, no dia a dia da cidade, somos os representantes da classe política mais presentes e acessíveis à população. Estamos nas ruas, nas vielas e nas comunidades, faça chuva ou faça sol. CÂMARA MUNICIPAL DE JOÃO PESSOA Casa Napoleão Laureano Vemos e sabemos as dores do nosso povo e, por isso, queremos que as promessas alinhavadas nestas sabatinas virem compromissos, que os compromissos virem projetos e que os projetos virem ações.

Não temos tempo a perder, precisamos construir estes compromissos. Afinal, nossa situação tem contornos dramáticos. Nosso Centro Histórico, o berço do Estado enquanto núcleo de povoamento, está em frangalhos, com o comércio em declínio e poucas perspectivas de recuperação. Uma área que, com os estímulos certos, poderia abrigar parques tecnológicos similares ao Porto Digital, instalado no Recife (PE), bem como habitação, turismo e entretenimento. Da mesma forma que vários bairros ainda penam com déficit habitacional e soluções adequadas para o transporte coletivo de massa.

Não podemos descuidar, também, da segurança, para que tanto pessoenses como turistas possam desfrutar do que há de melhor nesta cidade centenária, sem medo de ser assaltado. Nós, vereadores de João Pessoa, assim como o povo que tanto amamos, queremos um governador para o nosso Estado que reconheça a importância da capital paraibana, lugar de residência de 20% da população do Estado e principal referência para todos os municípios. Queremos, sobretudo, que as demandas da cidade sejam atendidas. Amamos esta cidade e desejamos que ela tenha a devida atenção do poder público.

Veneziano Vital do Rêgo (MDB) Adjany Simplício (Psol)

Adriano Trajano (PCO) João Azevêdo (PSB)

Major Fábio (PRTB) Nilvan Ferreira (PL)

 

 

Fonte: ASCOM.