Finados: API reverencia profissionais que marcaram a história da comunicação paraibana

Com muito carinho e saudade no peito o JampaNews agradece essa linda homenagem!

Na vida, as pessoas constroem trajetórias, escrevem páginas. A soma de resultados, seja o trabalho intelectual ou não. Igualmente ao engenheiro, o pedreiro também ergue edificações, com seu conhecimento empírico, prático. O médico, o professor, o escritor, o sapateiro, seja qual for a profissão, lições são aplicadas, um legado que fica.

Assim acontece com o jornalista, esse formador de opinião, operário das redações, dos telejornais, das emissoras de rádio, militante do que se convencionou chamar o 4º  Poder.

E no ciclo normal jornalistas surgem, produzem, escrevem seus capítulos da vida, carimbam sua marca, despertam a admiração de jovens aprendizes do ofício de comunicar.

A Associação Paraibana de Imprensa (API) nesse 2 de novembro de 2021 celebra a memória de todos os jornalistas que um dia foram convocados a atuar na outra dimensão da vida, o plano espiritual. Impraticável citar centenas de nomes em 88 anos de API. Porém, entendemos que ao listar alguns nomes de profissionais que cumprem pautas na existência espiritual e nos pautam aqui na terra com aquilo que nos ensinaram, é, de alguma maneira, aplaudi-los e renovar a fé no Criador que com certeza os acolhe na eternidade.

Nossa reverência, nossa gratidão a:

Marinho Moreira Franco, Walter Galvão, Eduardo Carneiro, Wellington Pereira, Luiz Augusto Crispim, Jório Machado, Deodato Borges, Biu Ramos, Otinaldo Lourenço, Hélio Zenaide, Carlos Romero, Orlando Tejo, Willis Leal, Wellington Aguiar, Nathanael Alves, Eduardo Martins, Balduíno Lélis, Mozart Montenegro, Humberto Campos, Nelma Figueiredo, Lena Guimarães, Goretti Zenaide, Karina Paula Araújo, Laurinda Estevão, Adelson Barbosa, Jacinto Barbosa, Humberto Lira, Arlindo Almeida, Lelo Cavalcante, Sebastião Barbosa, Fernando Rodrigues, Fernando Santos, Cristovam Tadeu,  Ednaldo Guedes, Alexandre Nunes, Marcone Góes, Juarez Amaral, Márcio Nóbrega, Heraldo Nóbrega, Nelson Coelho, Marcos Tavares, Anco Márcio, Jota Júnior, Waldo Tomé, Rogério Almeida, Itamar Cândido, Pinto Júnior, Yodon Guedes, Gonzaga Andrade, Neno Rabelo, Wellington Pereira, Assis Costa, Fernando Soares, Roberto Stuckert, Bento Soares, Walter Cartaxo.