FIFA limita volume de jogadores emprestados entre clubes

Definição da FIFA não contempla, porém, os jogadores com idade igual ou inferior a 21 anos de idade e aqueles que foram formados no clube com o qual têm contrato.

Os clubes apenas vão poder, a partir da próxima temporada, ceder oito jogadores (três a um mesmo emblema) e contratar outros tantos por empréstimo, anunciou, esta quinta-feira, a FIFA, após um congresso do organismo decorrido no Catar.

Recomendados

Justiça: Instituição de ensino deve indenizar estudante em danos morais e materiais

O volume de jogadores cedidos e contratados por empréstimo será, inclusive, reduzido progressivamente. Na época 2023/24, este reduzirá para sete e, na temporada posterior (2024/25), o limite será fixado em seis futebolistas.

Esta definição da FIFA não contempla os jogadores com idade igual ou inferior a 21 anos e aqueles que foram formados no clube com o qual têm contrato. Por isso, será possível que um clube ceda ou contrate por empréstimo mais do que oito (em 2022), do que sete (em 2023) e do que seis (em 2024) em cada temporada.

Cada clube está limitado a ceder um máximo de três jogadores a um outro emblema e a contratar outros tantos atletas a um mesmo plantel. Todas as transferências por empréstimo devem ter duração mínima de seis meses e máxima de um ano.

Transcrição do ojogo.pt