“Em oito anos, superamos obstáculos e criamos uma nova cidade”, afirma Romero Rodrigues, ao avaliar gestão que termina nesta sexta

O prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues, cuja gestão termina nesta sexta-feira, 31, afirmou que ao longo de oito anos comandou a “construção de uma nova cidade”, levando-se em conta a execução de uma série de obras e de ações que levaram o município a retomar a sua auto-estima e a sua marcha de desenvolvimento. As declarações do prefeito foram feitas durante entrevista concedida ao Jornal Integração, da Rádio Campina Grande FM.

Nos momentos finais de sua administração em Campina Grande, prefeito ressalta conquistas e agradece à cidade

De acordo com Romero, o seu governo foi marcado ela superação, pois encontrou, no início de 2013, uma cidade completamente destroçada. Lembrou que a cidade foi deixada pelo governo anterior com os mais diversos problemas, entre eles lixo, escuridão, atraso de subvenção de entidades filantrópicas, inadimplência com fornecedores, débitos de todo tipo e salários de servidores em atraso, muitos dos quais solicitaram empréstimos e estavam com os nomes no SPC e Serasa.

Além da “herança maldita” recebido em nível municipal, Romero Rodrigues ressaltou a necessidade de superar muitos outros problemas oriundos da própria conjuntura regional e nacional, tais como as crises econômica e política, crise hídrica, sem esquecer também da inesperada pandemia do novo coronavírus.

Obras e ações

Em sua avaliação, mediante grande esforço e muita inovação administrativa, foi possível concretizar grandes sonhos da população campinense como a pavimentação de 1.200 ruas e avenidas, programa de modernização da iluminação pública e a construção do Conjunto Aluízio Campos com 4.100 unidades habitacionais, apontada por ele como a maior obra administrativa da história da cidade.

O prefeito citou, ainda, a municipalização do Hospital Pedro I, construção de praças e parques, construção da Alça Leste e do Hospital da Criança e do Adolescente, conquista do Polo de Moda, implantação de novas empresas na cidade, geração de emprego e renda, além de muitas outras ações.
Romero ainda avaliou o grande desafio de enfrentar os efeitos da pandemia do novo coronavírus em Campina Grande, lembrando que sempre procurou dar apoio direto e pessoal à população, promovendo a distribuição de máscaras, remédios e tomando a iniciativa de instalar um hospital de campanha, como destinar o Hospital Pedro I e a Upa do Alto Branco para o atendimento exclusivo às pessoas acometidas pela doença. Além do povo de Campina Grande, foram atendidas pessoas de 69 municípios.

Gratidão e fé no futuro

Durante a entrevista, o prefeito Romero Rodrigues agradeceu, emocionado, a toda a sua equipe pelo empenho administrativo. Também demonstrou a sua gratidão à população em geral, que soube reconhecer todo o esforço do governo que se finda.
Ele, por fim,  mostrou-se confiante no futuro da cidade, explicando que o futuro prefeito Bruno Cunha Lima tem o compromisso de dar sequência aos avanços implantados na cidade.