Em Conde, candidaturas insossas e deterioradas podem garantir macarrão na panela do povo

Nada mais deprimente do que alguém que não consegue andar pelas próprias pernas principalmente na política onde identidade é tudo. Nessa atividade, os fantoches não são raros, muito pelo contrário, surgem a todo instante e em todo lugar até em paraísos terrestres como o Conde onde a mão de Deus esmerou-se para dar retoques divinos a natureza.

No Conde, eles vão de tornozeleiras

No Conde, a política não cessa, aliás, como em lugar nenhum, e a disputa pela prefeitura já teve início com os pré-candidatos em agitada movimentação cada um exibindo suas armas e brasões.

Alguma delas com características próprias, onde as marcas do passado não são removidas e entram na liça estigmatizadas por escândalos e por uma trajetória de violências, onde a chibata e a bala deixaram lembranças indeléveis.

A que mais chama atenção notadamente seria a da atual prefeita, Márcia Lucena, que deve disputar a eleição ostentando vistosa tornozeleira anunciando antecipadamente ao eleitor o que se pode esperar dela.

Ela estaria dando os macetes da política para a nora

A outra, sem dúvida, a da advogada Karla Pimentel, a mais legítima representante das oligarquias locais, escudada por sogro e sogra, e cujo álbum  de recordações reporta seu nome aos costumes mais arcaicos da política onde os hábitos da Casa Grade e Senzala permanecem intocáveis apesar do rostinho bonito, da grife refinada e do aroma francês.

Ainda jovem, mas fiel as tradições de família, Karla, com seu rostinho de anjo, já ostenta robusto prontuário policial onde imitando os parentes também responde na Justiça por agressão a desafetos.

Jovem, mas aluna aplicada, Karla pode resgatar a prefeitura para as oligarquias de Conde

Seria ela uma obediente e aplicada discípula da sogra, o mais acabado exemplo da administração corrupta que pontificou no município onde exemplos de gestores corruptos nunca foi exceção e muitos respondem na Justiça por ataques solertes ao erário.

Orientada pela família, Karla vem aprendendo os traquejos da política

Karla estaria sendo treinada e preparada pela sogra com quem mantém uma relação de dependência filial e cujos passos estaria seguindo como informam aqueles que têm acesso a intimidade da pré-candidata e  acompanham seu cotidiano onde a presença sufocante de Tatiana se projeta em detalhes, que vão do vestir ao se maquiar do andar ao se expressar.

Tatiana, que já foi um magnifico exemplar de socialite, tão deslumbrante chegou chamar a atenção do poderoso Roberto Marinho, quando no apogeu de sua juventude, em uma das tardes agradáveis e elegantes do Jockey Club do Rio de Janeiro, saboreou coquetéis na companhia do magnata das comunicações, fascinado por sua beleza e desenvoltura.

De tão indigesto, o cardápio pode ser substituído por macarronada na panela do povo

Seria nesse passado de glórias e frivolidades que a candidata das oligarquias condense estaria se espelhando para seduzir o eleitor e enfrentar as tornozeleiras da adversária, o que pode terminar dando uma deliciosa macarronada para atender o paladar das urnas, esgotado com tanta mesmice e sonhando mudar o cardápio.

Karla ainda estaria nos primeiros ensaios, mas há quem diga que leva jeito para ser uma nova Tatiana.