CES 2022 cancela dia de evento após novos casos do covid-19

Nas últimas semanas, grandes companhias confirmadas no retorno da edição presencial da Consumer Electronics Show (CES) 2022 começaram a cancelar suas presenças, como é o caso da AMD, MSI e P&G. Na última sexta-feira do ano (31), após o aumento de casos da nova cepa do coronavírus SARS-CoV-2, a CES cancelou o último dia de evento.

 

A feira internacional estava marcada para acontecer entre os dias 5 e 8 de janeiro em Las Vegas, contudo, a organização da Consumer Electronics Show decidiu cancelar todas as atrações marcadas para o dia 8 de janeiro. Ou seja, após a decisão, o evento vai ocorrer apenas entre 5 e 7 de janeiro.

Três dias de evento

Até o momento, foram confirmados mais de 2.200 expositores com atrações no evento físico, porém, dezenas de outras empresas também devem revelar novidades em conferências online. Só nas últimas duas semanas, 143 empresas confirmaram a participação nas exposições presenciais.

“Estamos encurtando o show para três dias e implementamos medidas de saúde abrangentes para a segurança de todos os participantes e participantes”, disse o CEO da CTA, Gary Shapiro, empresa responsável pela organização da CES.

De qualquer forma, os participantes devem apresentar o comprovante de imunização completa para acessar o evento e usar máscara em todos os ambientes. Além disso, todos devem realizar testes PCR 24 horas antes para garantir que não acontecerá um surto de contaminação durante a feira. Inclusive, os participantes ganharão um teste PCR gratuito para usarem após a CES 2022.