Bruno desmente rumores sobre atritos com Juliete

O prefeito de Campina Grande, Bruno Cunha Lima, distribuiu jota esclarecendo o episódio envolvendo  a celebridade campinense Juliette Freire na live de São João, quando a BB teria sido supostamente censurada por dar declarações hostis sobre o presidente Bolsonaro. Segue a nota:

NOTA

É totalmente improcedente informação que circula em alguns sites, dando conta de que o prefeito Bruno Cunha Lima teria feito articulações para barrar a presença de Juliette Freire na live no último dia 23 de junho, reservado para a apresentação da cantora Elba Ramalho.

Claramente, uma fake news sem o menor sentido. Principalmente, levando em conta que a Prefeitura de Campina Grande teve uma participação efetiva na organização da live, ainda que, através da iniciativa privada parceira, não tenha representado qualquer custo ao erário.

A participação da conterrânea Juliette Freire na live não apenas se constituiu em um momento histórico para o Maior São João do Mundo, em seu formato especial este ano por conta da pandemia, como proporcionou à festa um nível de visibilidade importante para o evento.

O prefeito Bruno Cunha Lima é, por razões óbvias, o maior interessado no sucesso do evento. Portanto, é impensável imaginar que justamente ele conspiraria contra a participação de uma estrela que, desde que alcançou notoriedade nacional, só tem engrandecido e honrado o nome da cidade. Imaginar que ele tomaria essa atitude por eventual motivação partidária já beira ao ridículo e à insanidade.

Em  seu nome e em nome de Campina Grande, o prefeito Bruno Cunha Lima reafirma seu respeito, reconhecimento e gratidão à Juliette Freire, renovando o convite para que ela prestigie o Maior São João do Mundo 2022, como convidada especial do evento que, se Deus é a ciência permitirem, será realizado com a grandiosidade a que, há quase quatro décadas, está destinado.