TRE-PB cassa chapa do Cidadania por fraude da cota de gênero em Cubati

O Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba, cassou, na tarde desta quarta-feira (26), os vereadores do Cidadania eleitos nas eleições 2020, na cidade de Cubati, no Agreste paraibano. A Corte entendeu que houve fraude com a utilização de candidaturas laranjas de mulheres apenas para preenchimento da cota de gênero.

Entre os elementos que contribuíram para a cassação, estão a não comprovação de desistência das três candidatas, ausência de campanha das mesmas nas redes sociais, votação zerada e prestação de contas irrisória de R$ 13,75, quase que ao mesmo tempo, o que deixou a entender que foram feitas por uma só pessoa.

Para a procuradora Regional Eleitoral, Acássia Suassuna, o fato de desistência coletiva também aponta para indícios de fraude.

“Não há dúvida que aqui não houve uma campanha efetiva. Eram três mulheres e as três desistiram entre aspas. Todas desistem, todas não comprovam porque desistiram, nem quando, não apresentaram campanha despesas. Então essa renúncia coletiva traz ainda mais a gravidade do fato”, destacou.

Fonte: MaisPB