Toroh Festival tem edição virtual com shows, painéis, prêmio e campanha solidária em 2021

O Toroh Festival chega a sua 4ª edição em 2021 e, este ano, por causa da pandemia de Covid-19, vai ser totalmente virtual. Sete artistas vão fazer shows exclusivos para o festival, que conta ainda com painéis de debate sobre música, uma campanha solidária e uma premiação com festa de encerramento. O 4º Toroh Festival acontece nos dias 26, 27 e 28 de fevereiro e vai ser transmitido pelo Twitch e pelo YouTube da Toroh Música & Cultura (@torohmusic).

Os shows acontecem nos dias 26 e 27 de fevereiro. Os paraibanos banda-fôrra; Seu Pereira e Coletivo 401 estão entre os artistas já confirmados. Eles vão fazer um show inédito e transmitem suas apresentações e entrevistas gravadas a partir do Centro Cultural Espaço Mundo, no Centro Histórico de João Pessoa. Também vão acontecer shows de Jéssica Caitano (PE) e Chico Correa, com o Surra de Rima; Luísa e os Alquimistas (RN); e Giovani Cidreira (BA), que enviaram os shows exclusivos do festival, gravados em seus lugares de origem.

Nestes mesmos dias vão ser realizados três painéis, com convidados como Fabrício Nobre (Bananada/Braba Música), Dani Ribas (Sonar Cultural), Camila Pedrassoli e Juliana Furtado (Guria Produtora),Melina Hickson (Porto Musical/Siba), Luciano Matos (El Cabong/Radioca), Naila Agostinho (Sony) e Diogo Almeida (G1 Paraíba/Cabo Branco FM). Outros artistas e painelistas vão ser divulgados em breve.

No dia 28 de fevereiro, acontece a live de encerramento do festival, com a divulgação do resultado dos vencedores do I Prêmio Toroh de Música Independente da Paraíba e também com uma apresentação virtual, ao vivo, do paraibano FurmigaDub.

I Prêmio Toroh de Música Independente da Paraíba

Este ano o Toroh Festival realiza também o I Prêmio Toroh de Música Independente da Paraíba, que vai entregar troféus a 20 artistas e personalidades da cultura atuantes na Paraíba nos últimos anos, com o intuito de valorizar e dar visibilidade a esses profissionais. Os finalistas foram selecionados por uma comissão de curadoria especializada em cultura, a convite do Festival, e o público vai poder votar nos vencedores. O Prêmio também vai homenagear o cantor Escurinho, pelo conjunto da obra e pela contribuição cultural ao estado.

José Epifânio dos Santos Neto, conhecido pelo nome artístico de Escurinho, nasceu em Serra Talhada, em Pernambuco. Aos 11 anos, se mudou com a família para Catolé do Rocha, no Sertão paraibano, onde passou a maior parte da infância e adolescência e teve os primeiros contatos com a música. Na época, o município vivia uma intensa atividade cultural e foi neste contexto que ele conheceu Chico César. Juntos, eles se juntaram a outros amigos e formaram o Grupo Ferradura, onde começaram a expandir suas habilidades como cantores, compositores e instrumentistas. Na década de 1980, se mudou para João Pessoa e fez amizade com Pedro Osmar, participando de apresentações junto ao grupo Jaguaribe Carne. Como integrante de grupo de teatro, no Piollin, foi responsável pela premiada trilha sonora do espetáculo “Vau da Sarpalha”, dirigido por Luiz Carlos Vasconcelos. Na década de 1990, conheceu o guitarrista Alex Madureira e começou a trabalhar em um repertório com composições próprias. Lançou o primeiro disco, “Labacé”, em 1995 e a partir daí consolidou seu nome no circuito cultural nordestino, tocando em festivais por todo o Brasil. De lá para cá, lançou ainda os álbuns “Malocage” (2003), “O Princípio Básico” (2013) e “Ciranda de Maluco Vol. 1” (2015), além do DVD “Toca Brasil” (2004). Intérprete performático, Escurinho traz em sua música uma poesia urbana de caráter social.

Campanha Solidária

Durante a realização do Toroh Festival, também acontece uma campanha solidária em prol de ajudar os profissionais da música que estão em situação de necessidade por causa da pandemia. Quem quiser ajudar estas pessoas pode contribuir com qualquer valor e os pagamentos podem ser feitos pelo Pix, pelo Picpay ou pelo Pagseguro. No site do festival há um espaço com informações bancárias para as contribuições.

Sobre o festival

O 4º Toroh Festival está sendo feito com recursos da Lei Aldir Blanc, por meio da Secretaria Especial de Cultura do Ministério do Turismo do Governo Federal, e também do Fundo Municipal de Cultura, através da Fundação Cultural de João Pessoa (Funjope) da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP).

Toroh Festival é uma realização da Toroh Música & Cultura, filiado à Associação Brasileira de Festivais Independentes (Abrafin) e com apoio do Centro Cultural Espaço Mundo e do Varadouro Cultural.

 

Links:

torohmusic.com.br/
youtube.com/torohmusic
twitch.com/torohmusic
instagram.com/torohmusic

Contato:

torohmusic@gmail.com (83) 98817-7684 (Rayan Lins)

 

Serviço:

Evento: Toroh Festival 2021
Datas: 26, 27 e 28 de fevereiro
Local: Twitch e YouTube da Toroh Music
Preço: gratuito