Site aponta João Pessoa como “cidade número 1” para receber “nômades digitais”

João Pessoa lidera a lista de melhor destino para nômades digitais, segundo o site “Melhores Destinos”. Com a chegada da pandemia, várias empresas permitiram que seus funcionários trabalhassem diretamente de casa, fazendo o “home office” de maneira mais flexível. Atualmente, muitas delas mantêm esse modelo de trabalho, fazendo com que os colaboradores percebessem que não precisam, necessariamente, estar em casa para desempenhar suas funções Dessa forma, muitos se tornaram “nômades digitais”, viajam pelo país ou até para fora do Brasil, conhecendo novas culturas e pessoas, enquanto cumprem o expediente de trabalho, a distância.

João Pessoa tem atraído esses “nômades” por vários motivos: sol o ano inteiro, belezas naturais de tirar o fôlego, custo de vida baixo e internet disponível. “A pandemia abriu a mente das empresas nesse quesito, os funcionários podem desempenhar funções sem estar na empresa, ou seja, podem estar em qualquer lugar. Hoje em dia, nós temos a tecnologia necessária para fazer isso acontecer e, em João Pessoa, o avanço das conexões foi muito notável nos últimos anos”, explicou Tarcísio Júnior, presidente da Sociedade dos Usuários de Tecnologia da Paraíba (Sucesu-PB).

Com o crescimento desse estilo de vida, a procura por um espaço de coworking também aumentou. “A procura cresceu bastante, principalmente pelos nômades digitais. Em muitos casos, eles acabam buscando um local de trabalho compartilhado como solução viável, prática e otimizada, considerando o custo-benefício”, disse André Santana, sócio-proprietário do ClubJob Coworking.

Camila Santos Souza trabalha na área de “Web Developer” e é nômade digital na capital paraibana. “Atualmente, estou trabalhando para a ServiceNet, localizada em João Pessoa, com horários de trabalho flexíveis e sem necessidade de estar presencialmente no local. Creio que isso é muito importante para nós que estamos em trabalho remoto”, explicou. “Agora, estou em São Paulo e, no dia 09/10 estarei em João Pessoa, onde passarei 15 dias. Depois, retorno para São Paulo e, em seguida, vou passar um mês no México”, complementou sobre a sua rotina.

“João Pessoa está preparadíssima para receber esses profissionais. Temos empresas focadas em recepcionar pessoas com esse perfil e um baixo custo de vida, grandes atrativos nesses casos. Temos tecnologias que atendem todos os tipos de demandas e até a 5G, recém-chegada à cidade”, finalizou Tarcísio Júnior.

Foto: divulgação/assessoria de imprensa