Sesc debate sobre juventudes, periferia e formação cultural nesta sexta

O Encontro Ocup(A)ção, realizado pelo Sesc Paraíba, recebe o jornalista Marcos Moraes e a Arte Educadora Amanda Viana e irá abordar sobre a Arte Educação que, nas atividades culturais do Sesc, surge como um caminho de mediação de saberes, experiências e conhecimentos que se dá entre instituição e público. A atividade traz como tema principal Juventudes, Periferia e Formação Cultural, será mediada pelo técnico em cultura Bruno Pacelly e transmitida, ao vivo, no dia 2 de julho, pelo canal do Sesc no Youtube, a partir das 16h.

Na ocasião, o jornalista Marcos Moraes vai refletir sobre diversidade, com foco em três pontos (ou três retalhos) que considera como chave para entender a sua importância: juventudes, periferia e formação cultural. Com esses três pontos abordará a questão geracional, territorial e de arte educação, e assim começa a costurar uma parte da “colcha de retalhos”.

Já a arte educadora Amanda Viana discute sobre importância de expor à comunidade educacional informações e experiências construtivas sobre as possibilidades de se trabalhar e abordar o teatro de bonecos popular do Nordeste em sua diversidade artística, de memória e de conexão com a contemporaneidade. “Este encontro, suscita em um grande despertar sobre a importância da manutenção das culturas populares brasileiras dentro de um processo contínuo de formação cidadã”, afirma Amanda.

De modo horizontal, o Sesc tem profundo interesse em compreender como as pessoas se relacionam com a arte. Nesse percurso, o exercício dialógico se faz presente. A Ocup(A)ção Arte Educação é um espaço de compartilhamento de experiências e escuta expandida sobre o que o Brasil tem realizado no campo da mediação cultural.

 

Sobre os convidados

Marcos Moraes é graduado em Comunicação Social – Jornalismo pela Universidade Estadual da Paraíba (2010) e mestre em Literatura e Interculturalidade pela Universidade Estadual da Paraíba. Amanda Viana é Arte Educadora com graduação em Artes Cênicas, formada pela Universidade Federal da Paraíba (2000), especialista em Educação Básica e Infantil. Coordenadora Pedagógica da CIA BOCA DE CENA e Coordenadora Estadual do Processo de Registro do Teatro de Bonecos Popular do Nordeste: Mamulengo, Babau, João Redondo, Cassimiro Coco como Patrimônio Cultural do Brasil, desenvolvido pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional – IPHAN.

 

O Projeto

A Ocup(A)ção Arte Educação é um espaço de compartilhamento de experiências e escuta expandida sobre o que o Brasil tem realizado no campo da mediação cultural. De Norte a Sul, do Nordeste ao Centro Oeste e com o Sudeste nesta geografia das práticas educativo-culturais, a partir de eixos conceituais, tais como: diversidade, acessibilidade, geracionalidade e territorialidade; educadores, artistas, pesquisadores e profissionais da cultura apresentarão suas dinâmicas, abordagens e metodologias, centradas na Arte Educação.