“Saia de cima do dinheiro do Conde, faça alguma coisa pelo povo do Conde, Prefeita!”, Carlos Manga Rosa sobe tom em resposta aos ataques de Márcia Lucena; vídeo

O Presidente da Câmara Municipal de Conde, Carlos Manga Rosa (PTB), se defendeu dos inúmeros ataques quem têm sofrido nos últimos tempos. De acordo com o parlamentar, apoiadores da prefeita Márcia Lucena (PSB) e a própria gestora são autores dos mais diversos ataques contra sua pessoa.

O vereador fez menção a um vídeo publicado por Márcia Lucena, no qual gestora disse que ele teria convocado a Câmara para “votar o processo de cassação da mesma”. Ele explicou mais uma vez que a Câmara votou um relatório da Comissão processante e que cumpriu o Regimento Interno da Casa, pondo a matéria em votação. “Não houve em momento algum pedido de cassação da prefeita”. Ele acrescentou: “Seu discurso não é verdadeiro”.

Segundo o parlamentar, para Márcia Lucena, “Só presta quem tá do lado dela”. Ele citou o próprio caso como ilustração. Disse que no início da gestão era o “mais honesto, mais preparado”, depois nos episódios relacionados a disputa pela presidência da Câmara, foi chamado pela própria gestora de “chorão, despreparado”, para logo em seguida voltar a ser tido como “preparado e honesto” e agora é chamado de “canalha e golpista”. Para o presidente, isso mostra que a prefeita é incoerente.

Na opinião do vereador, os diversos problemas que têm vivenciado, talvez estejam afetando Márcia e por isso a gestora deveria procurar um “tratamento”. “Sei que a senhora está com problemas na Prefeitura, problemas familiares. Eu peço a senhora que reveja o que a senhora fala, peço a senhora que procure um tratamento, é o que a senhora tá precisando. Eu peço, isso não só por mim, mas peço isso pela população do Conde; a população do Conde não merece isso que a senhora está fazendo, não só comigo, mas com todos que se afastam da senhora”.

Manga Rosa fez questão de repetir que não pediu para assumir a cadeira de prefeito e o fez quando a gestora foi impedida pela justiça. Ele lembrou: “Não fiz nenhum pagamento, zelando pelo dinheiro do Conde, não demiti nenhum secretário, busquei o diálogo enquanto Prefeito interino”.

Ainda sobre o curto período em que esteve à frente da Prefeitura, Manga Rosa comentou o fato de Márcia haver dito em vídeo que ele não teria feito pagamentos porque estava de olho no dinheiro de Conde. “Eu não estava de olho no dinheiro, porque o dinheiro do Conde não é meu, nem da senhora, é da população de Conde, tem que ser aplicado e revertido para a população do Conde, é isso que não está acontecendo”.

O parlamentar então questionou o fato de haver R$ 6 milhões de reais da Secretaria de Saúde que estariam supostamente aplicados no mercado financeiro, enquanto o Distrito de Jacumã, a Comunidade de Mituaçu e outras sofrem por falta de ambulância.

Após repetir que o dinheiro é do povo do Conde, o vereador arrematou: “Saia de cima do dinheiro do Conde, faça alguma coisa pelo povo do Conde, Prefeita!”.