Romero arrisca a harmonia entre Bruno e Lucas ao “apoiar” Nilvan em JP; Mago estaria vendendo gato por lebre a Maranhão

As eleições de 2022 já estão determinando o relevo politico do Estado mostrando que parceiros de hoje serão inevitavelmente adversário de amanhã caso as pretensões não sejam bem acomodadas. E, não há exemplo maior dessas prováveis divergências do que as relações que movem e unem grupos políticos como o do prefeito Romero Rodrigues e Daniela Ribeiro.

Romero se afasta dos Ribeiros ao apoiar Nilvan

Atualmente atrelados pelos interesses de momento, os dois mantêm na prefeitura de Campina Grande uma aliança vitoriosa que definiu o vencedor em primeiro turno levando para o cargo a juventude esfuziante de Bruno e Lucas, o último filho da senadora, mas que pode ficar em situação constrangedora caso o candidato dos progressistas na capital, Cícero Lucena, venha ser derrotado por uma conjuntura politica integrada pelo prefeito Romero e seu grupo.

Na contramão da trajetória politica do que já foram os tucanos no estado, Romero declarou apoio ao candidato do MDB, em João Pessoa, Nilvan Ferreira, colocando em risco a harmonia que deveria existir entre Bruno e Lucas.

Ao ameaçar essa harmonia, Romero deixa claro sua estratégia de confrontar Daniela nas urnas, em 2022, disputando agora o controle do maior colégio eleitoral do estado, João Pessoa, numa jogada arriscada que pode romper a unidade da aliança mantida há oito anos.

Mago estaria fritando Nilgan

Até o momento os Ribeiros não se pronunciaram nem acusaram o golpe desferido criando uma expectativa grande sobre como vão absorver essa jogada matreira de Romero, que não guardou conveniências.

Caso derrotem Cícero, Romero não terá nenhuma garantia de que, o MDB não terá candidato em 2022, nem muito menos Maranhão terá a certeza do empenho do Mago pela vitória do acabrunhado fraudador de etiquetas.

Tudo parece ser uma faz de conta muito grande e talvez o perdedor seja Maranhão quase sem folego e sem faro para pressentir essas jogadas tão típicas dos matreiros campinenses.