Ricardo deve ir à Justiça pedir guarda do filho após Pâmela levar o garoto aos atos em Brasília

A ex-primeira dama do Estado, Pâmela Bório, postou vídeos participando, junto com o filho de 12 anos, dos atos terroristas em Brasília e, agora, poderá enfrentar uma nova via-crucis na Justiça. É que o ex-governador Ricardo Coutinho, pai do garoto, vai entrar na Justiça pedindo novamente a guarda do filho, segundo um de seus advogados deixou claro, hoje, ao programa Arapuan Verdade, da Rádio Arapuan, ao informar que está tomando providências “para proteger o melhor interesse do menor”.

Pâmela já perdeu, tempos atrás, a guarda do filho, quando Ricardo ainda era o governador do Estado. Após uma longa luta na Justiça, ela conseguiu retomar a guarda, que agora está a perigo após ter levado o filho aos atos de vandalismo em Brasília.

Foto: Reprodução/redes sociais