Retrospectiva 2022: confira as principais notícias de agosto

Agosto foi o mês do adeus, com figuras muito conhecidas do público que faleceram neste período. Logo no início, no dia 5, os brasileiros foram surpreendidos pela notícia da morte do comediante, apresentador e ator Jô Soares. Aos 84 anos, ele estava internado no Hospital Sírio-Libanês. A informação foi divulgada pela ex-mulher do artista, Flávia Pedras Soares, em sua conta no Instagram.

Jô Soares
Jô Soares faleceu no início do mês – Jô Soares Divulgação Rede Globo/Direitos reservados

Três dias depois, faleceu a atriz norte-americana Olivia Newton-John, aos 73 anos. Ela foi a estrela do filme Grease, de 1978, que se tornaria um dos musicais mais populares da história de Hollywood. Outros famosos que morreram neste mês foram o cantor e compositor Lamont Dozier e o ex-líder da União Soviética Mikhail Gorbachev.

A atriz Claudia Jimenez morreu na manhã do dia 20, aos 63 anos de idade, no Hospital Samaritano, na zona sul da cidade do Rio de Janeiro. A informação foi confirmada pela assessoria de imprensa da unidade de saúde, que não informou, no entanto, a causa da morte.

A atriz ficou famosa por seus papéis cômicos na TV Globo, onde começou a trabalhar em 1979. Sua estreia na emissora ocorreu na série Malu Mulher. Uma de suas personagens mais famosas foi Dona Cacilda, uma das alunas do humorístico Escolinha do Professor Raimundo, de Chico Anysio, com seu bordão “Beijinho, beijinho, pau, pau”.

Eleições

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) começou a receber no dia 1ª os registros de candidatura à Presidência da República para as eleições deste ano. O calendário eleitoral de 2022 define o dia 15 de agosto como a data-limite para que partidos políticos, federações e coligações solicitem o registro de candidatas e candidatos aos cargos de presidente da República, governador e senador, bem como às vagas de deputados federais, estaduais e distritais.

A partir do dia 16, os candidatos, partidos e federações estavam liberados para fazer propaganda eleitoral na internet e nas ruas. Os candidatos tiveram 46 dias para pedir o voto do eleitor. Até 1º de outubro, um dia antes do primeiro turno, estava liberada a realização de caminhadas, carreatas com carro de som, distribuição de material de campanha, comícios e compra de publicidade paga nos meios de comunicação.

Até o dia 15, o TSE tinha recebido 12 pedidos de registro de candidatura para a disputa da Presidência da República nas eleições de outubro. No total, a justiça eleitoral tinha recebido 28 mil registros de candidaturas às eleições de outubro.

Mpox

Enquanto a curva de casos de síndrome respiratória aguda grave (SRAG) seguia em queda, cresceu a preocupação em torno da varíola dos macacos, considerada uma emergência de saúde pública internacional pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

No dia 11, o Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos da Fundação Oswaldo Cruz (Bio-Manguinhos/Fiocruz) pediu o registro de dois kits de diagnóstico molecular do vírus Monkeypox junto à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). No dia 22, o Ministério da Saúde deu início a uma campanha de prevenção à doença.

Ouça na Radioagência Nacional

Censo 2022

Com dois anos de atraso por causa da pandemia de covid-19 (em 2020) e falta de recursos (em 2021), teve início no dia 1º de agosto a coleta de informações para a 13ª edição do Censo Demográfico. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a previsão inicial era realizar entrevistas em 89 milhões de endereços, nos 5.568 municípios brasileiros, além do Distrito Federal e do Distrito Estadual de Fernando de Noronha.

Início da campanha eleitoral

Na área da política,

Crimes

Na noite do dia 6, o cônsul alemão no Rio de Janeiro, Uwe Herbert Hahn, foi preso suspeito de ter assassinado o marido, o belga Walter Henri Maximillen Biot, de 52 anos.

No dia seguinte, Uwe foi submetido à audiência de custódia. No dia 9, a Polícia Civil do Rio de Janeiro enviou para análise o sangue da vítima para verificar se ela foi dopada antes de morrer.

Assista na TV Brasil

Também no Rio, a Polícia Civil desarticulou uma quadrilha acusada de roubar mais de R$ 720 milhões de uma idosa de 82 anos, entre obras de arte de artistas renomados, joias e transferências bancárias.

Cassação

O vereador Gabriel Monteiro (PL) teve o seu mandato cassado pela Câmara Municipal do Rio de Janeiro. A sessão foi realizada no dia 8. O placar final foi de 48 votos favoráveis à cassação e 2 votos contrários. Era necessário um mínimo de 34 votos, do total de 50 parlamentares presentes.

Monteiro foi julgado por quebra do decoro parlamentar, por três motivos: encenação com uma menor de idade em um shopping, agressão contra um morador de rua convidado para a encenação de um roubo na Lapa e relação sexual gravada em vídeo com uma menor de idade, que posteriormente teve as imagens vazadas na internet.

Boite Kiss

O Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul (TJRS) anulou no dia 3 as condenações de quatro acusados pelo incêndio na boate Kiss, ocorrido em 2013, em Santa Maria (RS). Com a decisão, os condenados deverão ser soltos imediatamente.

As condenações envolvem Elissandro Callegaro Spohr, ex-sócio da boate; Mauro Londero Hoffmann, também ex-sócio; Marcelo de Jesus dos Santos, vocalista da banda Gurizada Fandangueira, e Luciano Bonilha Leão, produtor musical.

O incêndio ocorreu no dia 27 de janeiro de 2013, quando um dos integrantes da banda disparou um artefato pirotécnico, atingindo a cobertura interna da boate e deflagrando o incêndio. A maioria das vítimas era jovem e morreu após inalar fumaça tóxica, sem conseguir deixar a boate, já que a única porta de emergência estava fechada.

Agência Brasil