Projeto Opera Paraíba realiza mais 400 cirurgias de Catarata em Patos

O Projeto Opera Paraíba volta a realizar cirurgias de Catarata em Patos, num segundo mutirão que durará quatro dias e atenderá 400 pacientes, de 24 municípios da 6ª Região de Saúde do Estado. Nos próximos dias 20, 21, 22 e 23 as cirurgias acontecerão no Hospital do Bem, sendo 100 procedimentos a cada dia. Numa primeira etapa do Opera Paraíba em Patos, realizada nos dias 16,17 e 18 de setembro, outras 278 pessoas foram beneficiadas com a iniciativa.

 

O diretor geral do Complexo Hospitalar Regional Deputado Janduhy Carneiro de Patos (CHRDJC), Francisco Guedes, ao qual o Hospital do Bem está integrado, comemora mais essa ação que vai beneficiar desta vez quase o dobro de pacientes que da primeira etapa. “Estamos muito felizes em poder participar deste Programa, inicialmente, com as cirurgias de Catarata e, posteriormente, quando nosso novo bloco cirúrgico estiver em pleno funcionamento, com outros procedimentos”, disse Francisco, adiantando que é uma satisfação enorme integrar o grupo de unidades de saúde que fazem parte do Opera Paraíba.

 

Ainda segundo o gestor, a rotina do Hospital do Bem não será alterada nos quatro dias de realização do Opera Paraíba. “No sábado e domingo nós não temos ambulatório e na segunda e terça, com exceção do volume de pessoas na recepção, tudo o mais funcionará sem nenhuma alteração, inclusive, porque as salas onde serão feitos os procedimentos não são usadas para atendimento dos pacientes oncológicos”, reitera Francisco.

 

Nesta etapa do mutirão serão beneficiados pacientes das cidades de Areia de Baraúnas, Cacimba de Areia, Cacimbas, Catingueira, Condado, Desterro, Emas, Junco do Seridó, Mãe d’Água, Malta, Maturéia, Passagem, Patos, Quixaba, Salgadinho, Santa Luzia, Santa Teresinha, São José de Espinharas, São José do Bonfim, São José do Sabugi, São Mamede, Teixeira, Várzea e Vista Serrana que foram encaminhados pelos municípios através da Central Estadual de Regulação, sob a supervisão da 6ª Gerência de Saúde.

 

O Programa Opera Paraíba tem a meta de reduzir as filas de espera por cirurgias eletivas no Sistema Único de Saúde do Estado em um ano. Como contrapartida, os municípios entram com os exames pré-operatórios e com o transporte do paciente até o hospital responsável pela cirurgia e pela sua volta ao município de origem.

 

A responsável pela 6ª Gerência Regional de Saúde, Liliane Sena, também comemora a realização desta segunda etapa do ‘Opera Paraíba’ em Patos. “Estamos muito felizes de poder realizar esses procedimentos também em Patos e contribuir com essa ação tão importante do Governo que está impactando positivamente a vida de muitos paraibanos”, afirma Liliane.