Paulo Guedes comete gafe e diz que Bolsonaro “roubou menos”

O ministro da Economia, Paulo Guedes, cometeu uma gafe na quinta-feira (27) ao comentar sobre uma promessa feita pelo Bolsonaro de ampliar a faixa de isenção do Imposto de Renda. Na ocasião, Guedes afirmou que o presidente da República e candidato à reeleição, Jair Bolsonaro, roubou menos que o seu rival político Luiz Inácio Lula da Silva (PT). “Eu, se fosse o Bolsonaro, diria: tudo o que o Lula fizer, eu faço mais. Por quê? Porque nós roubamos menos”. Depois,  ele se corrigiu: “nós não roubamos”.

Guedes ainda afirmou na mesma data, que se Lula vencer as eleições no domingo (30), Bolsonaro volta ao poder na eleição seguinte. (via O Tempo)

Em entrevista ao portal Suno, Guedes afirmou que uma eventual vitória de Lula nas eleições abalaria o crescimento do país nos próximos anos. O ministro prevê dificuldades do petista para lidar com o Congresso eleito e aponta o atual Legislativo como responsável pela não aprovação de projetos do governo.

“Na hipótese perversa de o Lula ganhar uma eleição agora, vai abalar todo esse caminho da prosperidade que já está desenhado e contratado. E naturalmente, a centro-direita, que hoje domina o Congresso, vai dar a ele o mesmo aperto que nós recebemos quando chegamos lá e não conseguimos fazer as reformas, fomos atacados. Depois, Bolsonaro volta para competir com o Lula de novo”, disse.

 

Fonte: www.otempo.com.br

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil