Paraibano Daniel Azevedo se prepara para disputar o Campeonato Brasileiro Juvenil de Natação

O atleta paraibano campeão brasileiro e sul americano de Natação, Daniel Azevedo, está intensificando o ritmo de treinos nos últimos dias visando uma grande performance no Campeonato Brasileiro Juvenil de Natação de Verão – Troféu Carlos Campos Sobrinho. E o nadador tem tudo para ser um dos destaques do torneio, que será disputado na piscina do Grêmio Náutico União, em Porto Alegre (RS), entre os dias 23 e 27 deste mês. Daniel viaja no próximo dia 22 e leva na bagagem a expectativa de diminuir o tempo de suas provas e trazer mais medalhas para a Paraíba, o que já se tornou rotineiro na vida deste grande atleta de apenas 16 anos que integra o time do Clube Acqua R1 e é acompanhado do treinador Stephano Vieira. Daniel é também um dos atletas contemplados com o Programa Bolsa Esporte, do Governo do Estado da Paraíba.

 

No último campeonato que disputou, o Torneio Norte Nordeste de Clubes Inverno – Troféu Walter Figueiredo Silva, no Maranhão, em setembro último, Daniel conquistou seis medalhas de Ouro, três de Prata e duas de Bronze e ainda ficou no 2º lugar no revezamento Medley Masculino e em terceiro no revezamento Livre. O atleta vai disputar as provas dos 100 e 200 Costas, 200 Mdeley e 100 Peito. “Minha expectativa é a melhor possível, pois além de estar numa boa fase, estou bem fisicamente e bastante concentrado. Toda competição é uma nova etapa, onde procuro dar o meu máximo e melhorar meus tempos. Vou procurar dar o meu melhor neste Brasileiro que é a mais importante competição nacional do ano”, disse o atleta que, nesta competição, usará um kit personalizado produzido sob medida e exclusivamente para ele pelo Colégio AZ João Pessoa.

 

Ainda seguindo as regras de controle sanitário, todos os atletas que participarão da competição, segundo o regulamento da Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos – CBDA deverão apresentar o exame RT-PCR com resultado Não Detectado, coletado com até 72 horas antes da competição e só estarão aptos a participar das provas após o ‘de acordo’ da Confederação. Ainda segundo o regulamento não serão aceitos testes dos atletas do tipo rápido e antígeno.