Para populares ainda falta gente para ser presa por escuta clandestina, compras ilegais e outros crimes

É enorme a repercussão das prisões efetuadas nesta manhã pela Polícia Federal. O alarido é imenso e seria capaz de ofuscar o Big Bang se houvesse condições de comparar os estrondos.

Nunca uma notícia provocou tanta balburdia para usar um termo da moda como o dessas prisões em massa de socialistas, acusados de assaltar os cofres públicos.

Para muitos internautas falta o pessoal da escuta clandestina

A prisão preventiva do ex-governador Ricardo Coutinho caiu como bomba apesar de já esperada e dada como certa, mas não deixou de causar o impacto de um terremoto causando perplexidade numa parcela da população ainda acreditando na impunidade.

Mas não deve parar por ai as prisões, já que há uma convicção de que outros peixes graduados devem ser arrastados pela rede da Justiça já que, por demais, evidente a participação desses dissimulados agentes da corrupção.

A sociedade quer saber sobre a turma que dava cobertura ao dinheiro da propina ou só o finado (foto) vai pagar o pato

Tem gente querendo saber por onde ficam as suspeitas e os flagrantes de espionagem e de transporte de recursos públicos, por gente fardada e embutida em quarteis, cuja influencia e prestígio só poderiam ser explicados pelo envolvimento tenebroso com essa organização criminosa.

Espião preso pela Civil é subordinado a esse oficial braço direito do comandante Euler

Ainda tem gente para cair e muita pelo o que se pode apreender dessa manifestação de um popular nas redes sociais:

“Gente, uma surpresa e tanto:Nunca pensei que chegasse a tanto; não por falta de competência mas pelo poder da quadrilha dentro do Estado. Ainda há muitos a serem atingidos pela Operação .
Falta o grupo de escuta, falta o grupo de proteção ao esquema, falta o grupo da branca e da preta.
Então as histórias de Pamela e da ex- baba não tinha procedência ,né ?”

Como observa o internauta ainda tem muita água para correr debaixo da ponte e muitas indagações ainda estão sem respostas como as que se faz acima. Nas bolsas de apostas nos quartéis falta gente para ser arratada para a prisão.

Tem gente nos quartéis que aposta a mãe como o finado coronel Chaves (E) não estava só na missão de escoltar o dinheiro da propina

Para atender a essa expectativa popular a sétima fase da Operação Calvário está nas ruas desde o início da manhã desta terça-feira (17), onde cumpre 54 mandados de busca e apreensão e 17 mandados de prisão preventiva nos estados da Paraíba, Rio Grande do Norte, Goiás, Paraná e Rio de Janeiro.

O ex-governador Ricardo Coutinho estaria refugiado no exterior deixando os cúmplices entregues à própria sorte

Na Paraíba, um dos alvos de prisão preventiva é o ex-governador Ricardo Coutinho (PSB), que encontra-se fora do país.

Além de Ricardo, confira quem são s alvos dos mandados de prisão preventiva:

Coriolano Coutinho (irmão de Ricardo Coutinho) [Foto]

Gilberto Carneiro da Gama (ex-procurador geral do Estado)

Estelizabel Bezerra de Souza (deputada estadual – PSB)

Waldson Dias de Souza (ex-secretário de de Planejamento, Orçamento e Gestão)

Márcia de Figueiredo Lucena Lira (prefeita do Conde – PSB)

Cláudia Luciana de Sousa Mascena Veras

Hilario Ananias Queiroz Nogueira

Bruno Miguel Teixeira de Avelar Pereira Caldas

Breno Dornelles Pahim Neto

José Arthur Viana Teixeira

Fracisco das Chagas Ferreira

Denise Krummenauer Pahim

Márcio Nogueira Vignoli

David Clemente Monteiro Correia

Vladimir dos Santos Neiva

Valdemar Ábila

Redação com portais