Olimpíada de robótica movimenta o Espaço Cultural

8574 - Formato 1
8574 - Formato 1
8574 - Formato 1
8574 - Formato 1
8574 - Formato 1
8574 - Formato 1
8574 - Formato 1
8574 - Formato 1
8574 - Formato 1
8574 - Formato 1
A Praça do Povo, no Espaço Cultural José Lins do Rêgo, foi tomada por robôs na manhã desta quarta-feira (17). A Prefeitura de João Pessoa, por meio da Secretaria de Educação e Cultura (Sedec), em parceria com o Governo do Estado, está realizando a etapa estadual da Olimpíada Brasileira de Robótica (OBR). A competição acontece até as 17h onde em seguida será anunciado o resultado das equipes campeãs.

“Eu vejo esse espaço cheio de alunos e professores com muita emoção após realizarmos essa competição de forma virtual por dois anos devido à pandemia do coronavírus. Me emociona mesmo vendo essa meninada toda junta com alunos da rede privada. Nós, enquanto Secretaria de Educação, estamos sempre pensando e trazendo melhorias tecnológicas para a rede municipal de ensino”, disse a secretária de Educação Municipal, América Castro.

Quem também esteve presente durante a abertura foi o diretor do Centro de Energia Alternativas e Renováveis da Universidade Federal da Paraíba, Euler Macedo; a secretária de Políticas Públicas para Mulheres de João Pessoa, Nena Martins, além do secretário de Ciência e Tecnologia do Município, Guido Lemos; e secretário executivo de Ciência e Tecnologia do Estado, Rubens Freire.

“Estamos muito felizes em promover o desenvolvimento da ciência e tecnologia da inovação. É com muita alegria que nós recebemos essa juventude, crianças e jovens se engajando em atividades extremamente importantes para nosso Estado. Tenho certeza que com essa parceria com a Prefeitura de João Pessoa faremos esse evento cada vez melhor”, falou o secretário Rubens Freire.

Competição – Na arena de teste os alunos ajustam os robôs e fazem o treinamento, sem ajuda do professor. Quando a equipe disser que está pronta passa para a arena dois, que é o local onde acontece as competições de nível zero, 1 e 2.

Cada equipe terá cinco minutos para fazer todo o percurso onde o robô terá que seguir uma linha e passar por obstáculos como tijolo, gangorra, gap e encruzilhadas.

Ao subir a rampa terá que encontrar uma bola e levar até uma área específica.

O aluno da Escola Municipal Frei Afonso, Paulo Roberto, faz parte da equipe Business, juntamente com Kevin Kennedy e Carlos Oliveira. Ele está participando pela quinta vez da OBR, etapa estadual.

No currículo, ele carrega um primeiro lugar no nível 1 e 2. Na OBR 2019, etapa nacional, recebeu o prêmio como melhor programador da competição.

“Nossa equipe realmente está muito boa. Se não ganharmos sei que temos outras equipes da rede com um excelente nível que tenho certeza que poderá ser vencedora”, disse com confiança, Paulo Roberto.

Participam também da competição, pela primeira vez em uma OBR, duas equipes da Escola Municipal Leonel Brizola que está promovendo a inclusão desses alunos.

Premiação – As três primeiras melhores equipes classificadas de cada nível irão participar da etapa nacional, que será em São Paulo, no mês de outubro.

Programação – As atividades da OBR seguem durante a tarde, a partir das 14h, onde será iniciada a 2ª rodada da competição. A 3ª rodada tem início às 16h. E às 17h será anunciado o resultado das equipes campeãs vencedoras da etapa estadual da OBR 2022.

As equipes campeãs receberão medalhas de ouro, prata e bronze para os três primeiros lugares de cada nível.

Premiações extras:

Prêmio Escola Pública – Medalhas aos alunos da equipe com melhor pontuação na competição dentre todas as equipes de escolas públicas participantes, excetuando as escolas públicas campeãs da competição (1ª, 2ª e 3ª) no nível. Esse prêmio não se aplica a Equipes de Garagem.

Prêmio Escola Privada – Medalhas aos alunos da equipe com melhor pontuação na competição dentre todas as equipes de escolas privadas, particulares ou confessionais participantes, excetuando as escolas privadas que tiveram equipes campeãs na competição (1ª, 2ª e 3ª) no nível. Esse prêmio não se aplica a Equipes de Garagem.

Prêmio Robustez – Medalhas aos alunos da equipe que produziu o robô mais robusto da competição, excetuando as equipes campeãs (1ª, 2ª e 3ª) no nível.

Prêmio Inovação – Medalhas aos alunos da equipe que produziu algum processo inovador no robô e que tenha ajudado a conquistar pontos na competição, excetuando as equipes campeãs (1ª, 2ª e 3ª) no nível.

Prêmio Design – Medalhas aos alunos da equipe que produziu o robô com melhor projeto mecânico e melhor acabado, excetuando as equipes campeãs (1ª, 2ª e 3ª) no nível.

Prêmio Dedicação – Medalhas aos alunos da equipe que mais se dedicou, ajudando a si própria, bem como outras equipes, a superarem desafios ao longo da competição regional, excetuando as equipes campeãs (1ª, 2ª e 3ª) no nível.

Prêmio Programação – Medalhas aos alunos da equipe que programou o robô com código melhor avaliado pelos juízes, apropriado e documentado, excetuando as equipes campeãs (1ª, 2ª e 3ª) no nível.

Prêmio Maker – Medalhas aos alunos da equipe que criarem um robô com o maior número possível de peças feitas pelos próprios alunos, e com menor número possível de materiais prontos de kits, excetuando as equipes campeãs (1ª, 2ª e 3ª) no nível. Exemplos são placas de circuito confeccionadas ao invés de módulos prontos e/ou partes mecânicas construídas manualmente ou feitas em impressora 3D, ao invés de blocos de montagem padrão prontos e disponíveis para compra.

Além dessas premiações a OBR fornecerá certificados de participação a todos os inscritos com presença confirmada nos eventos presenciais.