O Homem que “encerrou a guerra”, João Santana consegue unir Ciro e Lula?

Durante entrevista ao Roda-Viva no dia 26/10/2020 o ex-marqueteiro do (PT) fez uma declaração capaz de pautar os jornais, segundo ele toda bancada discordaria, diz João “Se as esquerdas se unirem em torno de Ciro, Ciro Gomes, pode ser um candidato extremamente viável.”. Depois dessa declaração ele orienta que seria impossível para hoje, no momento que vivemos, uma junção entre Lula e Ciro. Porém, ele demonstra que se em 2022 o cenário for espelhado no que foi o movimento feito na Argentina, uma chapa entre PT /PDT seria quase imbatível.

 

 

Deu sinal para os dois e já pauta os jornais.

Se espalha pela internet a notícia sobre uma reunião ocorrida em setembro entre Lula e Ciro, aflorando uma esperança na esquerda. Cabe agora esperar para saber se João está certo. Lula aceita ser vice e disputar uma eleição a sombra de uma nova liderança?

Os petistas mais apaixonados guardam magoas do Ministro da Integração Nacional no governo (Lula). Para eles o segundo turno em Paris foi um golpe cujo à ferida não fechou.

Aos olhos do marqueteiro uma eleição com uma chapa pura seria inviável pelo cenário político, o partido dos trabalhadores teria um desafio descomunal onde vencendo, sofreria um desgaste muito grande, o stress político de uma vitória, assumir um governo sangrando. Ao Perder, Lula afundaria o partido e ele mesmo.

Ainda existe um longo caminho para 2022, estamos vivendo uma campanha municipal. Cabe agora observar os movimentos e estudar quem dará xeque primeiro nesse tabuleiro.