Nilvan será o entrevistado de Hoje do Correio Debate e precisa mostra que tem folego para garantir vaga no segundo turno

Nilvan Ferreira terá uma grande oportunidade de dizer para que veio nesta entrevista agendada pelo o Sistema Correio desta terça-feira. O radialista terá a oportunidade de, em seu terreiro dar seu recado e ver se consegue sair do atoleiro dos 15 pontos onde se enfiou e parece não encontrar forças para sair.

Favorecido pelo poder dos microfones e de uma boa dose de demagogia, Nilvan despontou com a força que a renovação empresta e o rádio consolida no bate papo diário com o ouvinte principalmente aquele ouvinte da periferia mais receptivo à mensagem adocicada dos comunicadores de plateias circenses.

Pelo andara da carruagem, Nilvan cresceu impulsionado por esse poder que os microfones concedem e pela estrutura que o MDB oferece realmente gigantesca sob a influência avassaladora do velho senador José Maranhão, mas não conseguiu dar sua contribuição pessoal e firmou-se solidamente nos 15 pontos, permitindo que Cícero se distanciasse e os adversários se aproximassem, o que vem colocando em risco sua condição de segundo lugar e de candidato ao segundo turno.

O candidato à Prefeitura de João Pessoa nas Eleições 2020 Nilvan Ferreira (MDB) é o entrevistado desta terça-feira (3) da TV Correio/Record TV. A sabatina acontece no programa Correio Debate, a partir das 14h, com transmissão simultânea pelo Portal Correio. Serão dois blocos de entrevista, com 10 minutos cada. A condução é do jornalista Hermes de Luna.

Por conta da pandemia de coronavírus, cada candidato só poderá trazer à sede do Sistema Correio um acompanhante. Será proibida a formação de aglomeração de militantes em frente. O uso de máscara é obrigatório durante toda a estada nas dependências do Sistema Correio. O candidato só poderá tirar a máscara no momento da entrevista. O Sistema Correio não autoriza entrada de pessoas com mais de 37,5 graus de temperatura na sede.

Confira agenda de entrevistas na TV Correio
19/10 – Camilo Duarte (PCO)
20/10 – Cícero Lucena (Progressistas)
21/10 – Carlos Monteiro (Rede)
22/10 – João Almeida (SD)
23/10 – Edilma Freire (PV)
26/10 – Rafael Freire (UP)
27/10 – Ricardo Coutinho (PSB)
28/10 – Wallber Virgolino (Patriota)
29/10 – Anísio Maia (PT)
30/10 – Raoni Mendes (DEM)
02/11 – Italo Guedes (PSOL)
03/11 – Nilvan Ferreira (MDB)
04/11 – Rama Dantas (PSTU)
05/11 – Ruy Carneiro (PSDB)