Luciene de Fofinho já bancou mais de 12 milhões com restos a pagar de gestões passadas

A prefeitura de Bayeux prossegue ladeira abaixo na senda dos desmandos públicos, e a prefeita municipal, Luciene Gomes, correndo atrás do recorde de denúncias, que a coloque no topo do Guinness Book da corrupção.

O nível de descalabro atingiu a estratosfera da pouca vergonha e os ataques ao erário passaram ter caráter de arrombamento tais a estupidez e acinte com os quais são praticados sequer disfarçando o uso do pé de cabra; para isso contando com a desavergonhada ajuda do Legislativo, cúmplice submisso aos interesses escusos do esquema criminoso que se apossou da prefeitura, blindando a prefeita contra as ações movidas por cidadãos indignados com tanta canalhice envolvendo o dinheiro público.

Insaciáveis

Mais uma denúncia fartamente documentada pelos muitos artigos da legislação brasileira demonstra e comprova as ações ilícitas da prefeita literalmente metendo a mão nos cofres da edilidade ao exemplo do que denuncia Alef do Nascimento Silva pedindo a cassação do mandato da prefeita por infrações político-administrativas e ato de improbidade.

Luciene estaria usando recursos provenientes de restos a pagar de forma ilegal e sem obedecer a cronologia estabelecida para esses pagamentos, que já totalizam mais de 12 milhões de reais, em assaltos que escandalizam a opinião pública e que já exigem ações imediatas das autoridades competentes para conter essa farra que envolveria a complacência, cumplicidade e omissão do Legislativo, empenhado em não permitir que essas ações prosperem, já que arquivadas sem maiores consequências.

Essa nova ação já foi protocolada na Câmara Municipal, mas suspeita-se que ela terá o mesmo destino de outras semelhantes que foram parar nos monturos da Câmara Municipal.

Abaixo a denúncia na íntegra:

DENÚNCIA EM DESFAVOR DA PREFEITA