João Alves, advogado com trajetória de luta contra a corrupção se alia a Líderes para defender Bayeux

Para quem achava que Bayeux não teria jeito é bom tirar o cavalo da chuva. Um grupo de baluartes da cidade mergulhada nos desmandos de sucessivas gestões formou-se nas redes sociais e montou trincheira para defender a dignidade e a moralidade devastadas por facções criminosas que se alçaram ao poder através da credulidade do voto popular.

Indignados e resolutos, os componentes do grupo restrito e cuja adesão é avaliada pelo caráter e pela trajetória de enfrentamento contra a corrupção e contra os corruptos de todos os matizes, denominado LÍDERES, iniciou uma luta incansável e destemida para recuperar o tempo perdido e devolver a moralidade da gestão pública aos patamares que o mundo civilizado exige e aspira.

Eles não têm medo de cara feia

Não é para qualquer um integrar o grupo composto por pessoas de ilibada reputação formado por lideranças políticas, empresários, profissionais liberais, servidores públicos de reconhecida dedicação à coisa pública, jornalistas, radialistas, e todo aquele que tiver honra e disposição para a luta insone contra os corruptos que infestam Bayeux particularmente os Poderes Executivo e Legislativo.

O debate no interior do grupo é de alto nível e comprometido com a verdade e com a coragem de enfrentar sem se dobrar e sem se intimidar com o revide dos corruptos, investidos em mandatos ou colocados em postos chaves da administração municipal para agilizar e atender aos interesses espúrios dessas gangs.

Já bastante expressivo e enfronhado na luta pelo retorno à moralidade com várias ações na Justiça para conter o assalto devastador aos cofres públicos, o grupo recebeu com honras de general o celebrado advogado João Alves Filho, conhecido pela luta indomável contra gestores públicos, acostumados aos desmandos e as injustiças, promovidas principalmente contra servidores públicos, cujos salários são reduzidos ao arrepio da Lei.

Doutor João Alves Filho aderiu ao grupo para emprestar mais inteligência, coragem e conhecimento jurídico na luta pelo restabelecimento da moralidade na política e no serviço público da cidade.

Agora, os corruptos de Bayeux que se cuidem porque o homem não tem medo de cara feia.