Hospital de Trauma de João Pessoa atende mais de 10 mil vítimas de acidentes de trânsito em 2022

O Hospital Estadual de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena, em João Pessoa, registrou, em 2022, um crescimento no número de atendimentos às vítimas de acidentes de trânsito, com destaque para os casos de atropelamentos, que aumentaram 20%. De acordo com o setor de estatística da unidade de saúde, de janeiro a dezembro, 10.508 pessoas deram entrada na unidade. Já em 2021, foram 9.603, um aumento de mais de 10%, ou seja, 906 vítimas a mais.

Os meses de setembro, outubro e novembro foram os que mais contribuíram para alta, contabilizando 2.922 casos. Em 2022, foi constatado o aumento em quase todos os tipos de acidentes de trânsito. O maior deles foi de atropelamentos, quando deram entrada 900 vítimas, 20% a mais do que em 2021 (752). Os acidentes automobilísticos tiveram um acréscimo de 10%, 852 (2022) e 776 (2021). Os casos envolvendo motocicletas, que são os maiores números de vítimas, também cresceram: 8.032 (2022) e 7.286 (2021).

O total de acidentes de janeiro a dezembro foi de 10.508, sendo que 76% foram somente de motos (8.032), seguidos por atropelamento (900), automóvel (852), bicicleta (707) e ônibus (18). Com relação à idade, a grande maioria das vítimas estão na faixa etária dos 20 a 59 anos e são homens.

Com o início do ano, o diretor-geral da instituição, Laecio Bragante, se diz preocupado com os números altos de acidentes de trânsitos. “Os números são superlativos e nos preocupam enormemente, porque em muitos casos podem causar sequelas graves ou até a morte. Por isso, é importante sempre prevenir. Nos casos dos atropelamentos, a preocupação deve se voltar às pessoas idosas. Caso elas tenham alguma debilidade física, mental ou visual, que sejam conduzidas por uma pessoa, que possa dar segurança ao idoso”, salientou.