Fundação Casa de José Américo inicia processo de tombamento junto ao Iphaep

O presidente da Fundação Casa de José Américo, Fernando Moura, entregou à diretora do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico do Estado da Paraíba (Iphaep), Tânia Maria Nóbrega, a documentação contendo o levantamento para instauração do processo de tombamento estadual do imóvel e bens móveis, que integram o patrimônio cultural, em memória do escritor paraibano José Américo de Almeida.

O relatório contém todas as informações necessárias para uma avaliação técnica do Iphaep, além de fundamentos, registros históricos, acervo patrimonial existente, levantamento arquitetônico, plantas e fotos. Tânia Nóbrega, que estava acompanhada do chefe de gabinete, Victor Pessoa, informou que a documentação será submetida ao Conselho de Proteção dos Bens Históricos Culturais (Conpec), que é formado por representantes de diversas entidades governamentais e da sociedade civil.

O imóvel em tombamento é a residência onde morou José Américo, hoje transformada em Museu, preservando todas as características e acervos originais. Fernando Moura destacou que o processo de tombamento permitirá a proteção do bem cultural, preservando-o sob a custódia do Estado para fins de pesquisa, além do legado deixado pelo imortal paraibano.

Sob a presidência de Rui Cézar Vasconcelos Leitão, participam da Comissão de Tombamento, Francisco Pereira da Silva Júnior, Gilberto de Almeida Ferreira Guedes, Thiago Vasconcelos Brito, Rejane Mayer Ventura, Janete Lins Rodriguez, Lúcia de Fátima Guerra Ferreira, Maria Helena Serrano Lins e Sônia Maria Gonzalez.