Festival Alumiô tem programação gratuita com samba e forró neste sábado dia 24

O Festival chega no terceiro dia de evento com grande festa no Largo São Pedro Gonçalves – Centro Histórico de João Pessoa

 

O Festival Alumiô é um presente da Vila do Porto que comemora 10 anos de atividade no Centro Histórico da capital. Especialmente no sábado, dia 24, a programação é gratuita no Largo São Pedro Gonçalves, em frente a Vila do Porto a partir das 17:00. E as atrações são: Os Fulanos, FurmigaDub e Sanhauá Samba Clube.

Como início na quinta-feira, o Festival já pode ser considerado um sucesso de público e repercussão. “Claro que a nossa expectativa de público sempre foi das melhores, mas quando a gente coloca o evento pra acontecer que conseguimos dimensionar o impacto que já está causando nas redes sociais, imprensa, entre os artistas e consequentemente na cena cultural paraibana”, comenta Ramón Suares proprietário da Vila do Porto e curador do evento.

A iniciativa do projeto vai além da vontade de comemorar os 10 anos da Vila, mas principalmente para celebrar a volta dos eventos pós pandemia, a resistência da cadeia produtiva e ainda movimentar e dar visibilidade a ocupação do Centro Histórico da capital. “A gente está sempre se movimentando, trabalhando, fazendo a coisa acontecer no Centro Histórico da cidade. Então agora com o ALUMIÔ vamos ter mais um ambiente para dar visibilidade e valorizar o Centro Histórico provocando a consciência e estimulando a ocupação das casas e praças que estão no centro”, diz a cantora Polyana Resende que comanda o Sanhauá Samba Clube.

Além das atrações musicais no palco será inaugurada a Ferinha Alumiô que é uma parceria com a Rede de Afroempreededores da Paraíba  (a RAEPB – @feiraafropb.raepb) partir das 15h no prédio da IAB-PB e contará  com gastronomia, Tatuagem, Artesanatos, Cosméticos, Jardinagem e entre outros produtos criativos de empreendedores pessoenses.

 

Sobre as atrações:

 

Os Fulanos

Grupo musical composto por Lucas Dan (Sanfona), Jader Finamore (Cavaquinho), Thiago Melo (Zabumba) e Betinho Lucena (Triângulo). Apaixonados pela cultura tradicional nordestina, formaram uma sonoridade ímpar, misturando a tradição com a personalidade artística de cada um dos integrantes, trazendo também a poesia nordestina em seus shows com um toque pop contemporânea.

Sanhauá Samba Clube

Projeto de samba que acontece desde 2012 semanalmente na Vila do Porto se tornando um referencial do samba paraibano. É uma junção de grandes músicos sambistas de João Pessoa: Kojak do Banjo, Polyana Resende, Potyzinho Lucena, Erandir Oliveira, Alisson Cavalcanti e Luis Humberto.  Além de grandes sucessos de compositores nacionais, o projeto tambêm apresenta muito samba autoral da Paraíba.

Furmiga Dub

Produtor de música autoral marginal eletrônica do Nordeste, fazendo o encontro da cultura popular nordestina, seus instrumentos, ritmos, batidas e timbres com o efervescente bass brasileiro e seus beats graves e pesados com influências afro e indígenas, sua cultura surgida da mata e referências tropicais e parte de ritmos como coco de roda, ciranda, caboclinho, maracatu.

 

 Sobre a Vila do Porto

A casa com capacidade para 200 pessoas, também funciona como restaurante com 28 meses para atendimento (15 internas e 13 externas). Ainda disponibiliza para os artistas estrutura de sonorização, com som tipo 2 que atende eventos de pequeno e médio porte.