Fernando ramalho continua internado e seu estado de saúde é estável; Beltrammi descarta ligação com vacina

O médico paraibano Fernando Ramalho continua internado e apresentando um quadro de saúde estável. O profissional se encontra fazendo tratamento no Hospital da Unimed, em João Pessoa, após ter sido diagnosticado com a Covid-19.

O médico, que faz parte de um dos grupos prioritários, já estava vacinado contra a Covid-19, e testou positivo para o novo coronavírus na última terça (2). Fernando Ramalho tomou a primeira dose da vacina Coronavac, desenvolvida pelo Instituto Butantan. Como vem sendo afirmado pelas autoridades médicas e sanitaristas, mesmo após a imunização, é necessário continuar com os cuidados básicos para evitar a contaminação pelo covid-19.

O médico, que faz parte de um dos grupos prioritários, já estava vacinado contra a Covid-19, e testou positivo para o novo coronavírus na última terça (2).

De acordo com o secretário executivo de gestão da rede de Unidades de Saúde da Secretaria de Estado da Saúde, Daniel Beltrammi, não há relação do caso com a vacina. Ele falou sobre o caso durante entrevista ao programa Arapuan Verdade nesta quinta-feira (4).

“O profissional teve contato com o vírus, certamente, antes da dose vacinal. Nós sabemos que o quadro de uma gripe leva alguns dias para aparecer os sintomas. Nenhuma vacina dá proteção imediata, levam de 14 a 15 pra o corpo começar a criar as defesas e a vacina contra a Covid é de duas etapas. É necessário tomas as duas doses para se ter a proteção completa”, declarou Beltrammi.

O médico Fernando Ramalho é diretor-geral do Hospital Santa Isabel, e atua também como cirurgião-geral no Hospital da Unimed, ambos na Capital.

WSCOM