Exposição sobre etnia Tabajaras segue aberta à visitação pública

O Celeiro Espaço Criativo Cantor Gabriel Diniz, localizado no Altiplano Cabo Branco, dá seguimento a agenda de visitação de alunos da rede pública e privada da Paraíba à exposição “Povos Originários”, sobre etnia Tabajaras, e recebe, na noite desta terça-feira (3), alunos da Educação de Jovens e Adultos (EJA), professores e a dirigentes da Escola Municipal Antônio Santos Coelho Neto.

Segundo o artista plástico e curador do Celeiro, Ilson Moraes, a mostra permite aos visitantes conhecer o acervo da etnia, a exemplo de objetos cerâmicos confeccionados pelos artesãos Tabajaras e obras de artistas convidados que também abordam a temática indígena. “Eles também terão uma ideia de como é produzido o engobe, tinta natural que dá cor às cerâmicas e como são confeccionadas as cores para a pintura corporal”, destacou.

Ilson Moraes explica que, devido ao rico material exposto e a sua importância didática, a exposição está sendo bem requisitada pelas escolas públicas municipais e estaduais, bem como particulares e instituições federais, para visitação.

Para a próxima quinta-feira (5), conforme explicou, está agendada a visitação dos alunos da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), com acompanhamento do professor Lusival Barcelos, das Ciências das Religiões. “Na ocasião, ele ministrará uma aula/palestra sobre Cerâmica Tabajara e a Espiritualidade na Arte”, informou Ilson Moraes.

A exposição “Povos Originários” foi aberta no dia 18 de abril em homenagem ao Dia do Índio, comemorado em 19 de abril, e estará aberta para visitação até 15 de julho. As escolas podem agendar com antecedência pelo telefone do Celeiro: 3214-8212.