Estratégia de soroprevalência e vacinação em massa da SES mostra o quanto à Paraíba está atenta a essa questão do Covid afirma Jeová

A Paraíba está tentando implementar um projeto piloto no município de Sousa, sertão do Estado, de soroprevalência e vacinação em massa. Essa proposta foi levada pelo secretário de Saúde da PB, Dr. Geraldo Medeiros ao ministro da Saúde, Marcelo Queiroga. Para o deputado estadual Jeová Campos, a iniciativa de Dr. Geraldo mostra o quanto à Paraíba está atenta a essa questão do Covid e, mais que isso, sempre se coloca na vanguarda de ações no enfrentamento da doença.

“Apesar do aumento do número de casos de Covid, a Paraíba foi um dos poucos estados do país que não teve colapso no atendimento, mesmo com algumas unidades chegando a sua capacidade máxima, porque se antecipou e abriu novos leitos e também mantém uma rede central de regulação que encaminha os pacientes para a rede referenciada, além de outras medidas. E essa estratégia de soroprevalência é outra ação que se destaca na atual conjuntura de pandemia. O trabalho da SES é, realmente, digno de elogios”, disse o parlamentar.

 

Segundo explicações do secretário, o projeto piloto de soroprevalência no município de Sousa, é uma ação semelhante ao que está sendo realizado na cidade de Botucatu, no estado de São Paulo, onde a população acima de 18 anos é testada e vacinada contra Covid-19. “Como a taxa de transmissibilidade de Sousa é elevada, escolhemos o município para realizar esse possível projeto piloto. Nós testaríamos com os antígenos toda a população acima de 18 anos e, depois, toda a vacinação dessa população”, explicou Dr. Geraldo ao expor a proposta ao ministro da Saúde e pedir recursos para implementá-la no sertão do Estado, região onde há o maior número de casos da doença no momento.

 

“Vacinação em massa no sertão paraibano, que passa por um momento muito delicado, com muitos casos de Covid identificados a cada dia, num verdadeiro ‘caos’, é uma iniciativa louvável”, disse Jeová, lembrando que essa semana, em apenas 24h, a cidade de Cajazeiras registrou 90 novos casos da doença.