Enquanto Jean prestigia aquisições no Corpo de Bombeiros ausência de policiamento ostensivo e preventivo no centro da capital faz a festa dos bandidos, com lojas arrombadas e transeuntes assaltados

A matéria que nos chega relatando a visita do Secretário de Segurança Pública, delegado de carreira Jean Nunes, ao Comando do Corpo de Bombeiros – no início da semana – para entregar equipamentos e viaturas como também conhecer as medidas de prevenção e de combate ao coronavírus da corporação, demonstra sua crescente consolidação e atuação no âmbito da Segurança Pública. Mas, outras ocorrências confirmam que a criminalidade faz a festa no centro da capital favorecida pela ausência de policiamento preventivo e ostensivo de responsabilidade da Policia Militar.

Jean em boa companhia

De forma gradual, porém, constante, o secretário vem impondo sua influência e autoridade, castrando certas pretensões de assumir a pasta, o que resultaria em desastre total para o setor haja vista as últimas notícias que recheiam o noticiário policial, onde o comércio, no centro da capital, vem sendo sucessivamente atacado por bandidos, que agem tranquilamente, confiantes na total ausência de policiamento ostensivo e preventivo, chegando ao cúmulo de destruírem vitrinas, a marretadas de barras de ferro, em exibição de primarismo que comprova a falência do policiamento na área.

Visita

Resultado de uma parceria com o Governo Federal, a Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp) e o Governo do Estado, o Corpo de Bombeiros Militar da Paraíba (CBMPB) recebeu novos equipamentos e viaturas para serem utilizados no serviço operacional.

A entrega destes materiais foi realizada pelo Secretário de Segurança Jean Nunes ao comando da Corporação. Para o momento, que aconteceu no Quartel do Comando Geral (QCG), estiveram presentes o comandante geral, coronel Marcelo Araújo, o subcomandante geral, coronel Lucas Severiano, e outros oficiais do Corpo de Bombeiros.

Enquanto Jean trabalha, Lucas faz política partidária

Pelo relato da assessoria do Corpo de Bombeiros, sequer como convidado o comandante geral da Policia Militar participou da solenidade. Uma ausência que confirma o abalo que a delação do coronel Euler, ao TCE, sobre o Fundo de Saúde da corporação, provocou nas relações entre as instituições.

Secretário impondo ritmo acelerado a Segurança que alguns não conseguem acompanhar

As aquisições somam mais de R$ 1.350.000,00 e incluem Equipamentos de Proteção Individuais (EPI’s), Equipamentos de Proteção Respiratória (EPR’s) e itens utilizados para resgate veicular, e ainda 03 viaturas, sendo duas do tipo resgate.

Durante a visita do Secretário ao QCG, foram ainda discutidos assuntos, como o trabalho do CBMPB no enfrentamento à Covid-19.

Para o comandante geral do CBMPB, coronel Araújo, “a parceria entre a Senasp, Governo do Estado e a Sesds só fortalece a Corporação e é importante para o sistema de segurança como um todo.”.

Segundo o Secretário Jean Nunes, a aquisição de equipamentos modernos oferta aos militares uma maior segurança durante o atendimento às ocorrências. “Estamos pensando primeiro nos bombeiros militares e na tranquilidade, para que eles atuem cada vez mais com proteção e cuidado.”, afirmou o secretário.

Para o governador do Estado, João Azevêdo, as compras dos materiais representam
ações estruturantes em prol da Instituição, que é respeitada nacionalmente, cada vez mais fortalecida. É isso que buscamos e esse convênio com a Secretaria Nacional de Segurança Pública permitiu que nós implantássemos este programa e tenho certeza que ele trará benefícios importantes para a população”, destacou o governador João Azevêdo sobre a entrega dos novos equipamentos ao Corpo de Bombeiros.

Descaso

Enquanto o secretário luta para firmar sua liderança e distribui conquistas que reforçarão a atuação do setor de Segurança, o Centro da capital transforma-se em palco de tragédia para o comércio como também em área de risco para quem transita e trabalha no perímetro, o que pode ser comprovado pelos arrombamentos, assaltos e agressões que ocupam as manchetes do noticiário de rádios e TVs.

Enquanto Lucas toca, os bandidos fazem a festa no centro

Uma Loja no centro ( San Remo) já sofreu diversos arrombamentos e os marginais não recorreram a nenhuma sofisticação para entrar nas dependências e levar roupas e dinheiro – precisaram apenas de uma primária barra de ferro, o que enfatizaria a falência do policiamento ostensivo e preventivo diante dos recursos elementares utilizados pelos arrombadores..

Mateus foi quem dançou ao ser assaltado no centro

Outro episódio a revelar o abandono do centro pelos comandos da PM (Geral e do Primeiro Batalhão), o assalto ao jovem estagiário da Arapuã, Mateus Ribeiro, que foi manchete do Programa Rota da Notícia, onde denunciou a violência e cobrou providências.

Mateus seria apenas uma das dezenas de vítimas dos marginais no perímetro de responsabilidade do pupilo do comandante geral mais entretido em servir de garoto-propaganda dos projetos políticos de amigos e companheiros de farda do que propriamente exercer sua condição de comandante de uma das áreas mais conturbadas da cidade frequentada pelos azes da malandragem.

Enfim, enquanto um secretário luta com denodo para pôr a casa em ordem a outra banda do aparelho tropeça na inoperância e na falta de planejamento e se entretém em apoiar candidaturas a prefeitos como costuma fazer o elétrico e empolgado comandante do primeiro batalhão, quartel histórico, hoje entregue a um baterista de duvidoso talento.

Até quando João!

Redação com Assessoria