Empresário é detido com R$ 173 mil em dinheiro vivo e santinhos dentro de carro de passeio

Patos – A Polícia Federal prendeu no fim da tarde da quinta-feira, 22, no município de Santa Luzia, Sertão do Estado, o empresário do ramo da construção civil Hermano Medeiros Wanderley, que, de acordo com a PRF, transportava material de campanha eleitoral e dinheiro.

Conforme a PRF, o flagrante se deu quando a guarnição foi acionada após uma colisão envolvendo dois veículos – um carro e uma motocicleta – no km 292 da BR 230.
Em meio ao atendimento aos três feridos no acidente, a equipe da polícia verificou que o carro de passeio continha em seu interior material de campanha. Durante a investigação, os policiais encontraram em uma mala vários santinhos de candidatos e o valor de R$ 173 mil.

Após a constatação, o caso foi encaminhado à Delegacia da Polícia Federal em Patos. A PRF apreendeu o material e o dinheiro, mas não informou o nome do candidato (a) que estava presente no material de campanha. O empresário já foi liberado.

Hermano Wanderley foi um dos condenados na Operação Andaime, fraude que envolveu convênio da Prefeitura Municipal de Patos com a Fundação Nacional de Saúde (Funasa), no valor de quase R$ 16 milhões, para reconstrução de 386 unidades habitacionais e restauração de outras 169 casas. Na época ele era o presidente da Comissão Permanente de Licitação do município.

Por Lusângela Azevêdo

Especial para o Jampa News