Eleitor de Pedras de Fogo repudia pré-candidatura de Manoel Junior e faz manifestação de protesto nas ruas da cidade

Não foi uma recepção a altura do que esperava e almejava o -ex-deputado e ainda vice-prefeito de João Pessoa, Manoel Junior, a manifestação no dia de hoje na cidade de Pedras de Fogo, onde já foi prefeito e tem no município seu maior reduto eleitoral.

Populares protestam contra pré-candidatura de Manoel Junior

Reduzido na sua importância politica depois da queda do também ex-deputado Eduardo Cunha, quando os recursos jorravam em abundância e Manoel Junior estourava as urnas, elegendo-se, gastando principalmente o dos outros.

Tangido da capital pelo desgaste que alcançou, ferreteado pela desconfiança dos que o conhecem bem, Manoel Junior aposta todas as suas fichas na prefeitura de Pedras de Fogo, onde pensa ressuscitar dos mortos.

Bem ao seu estilo repleto de dissimulações, Manoel Junior planeja sua volta a um município que o conhece bem tão bem e tão profundamente que a esposa ficou na quinta suplência na disputa por uma vaga na Câmara Municipal.

Nos cartazes, manifestantes chamavam Manoel Junior de fascista

Caviloso, Manoel Junior marcou uma entrevista no município vizinho, Itambé (PE), ao pretexto de um direito de resposta a supostos ataques de um desafeto, que ele identifica como aliado do atual Prefeito Dedé Româo.

Nem uma coisa nem outra, pois a pessoa que teria alvejado Manoel Junior com os dardos da verdade não tem relacionamento político com o grupo do atual prefeito.

O que se viu na porta da rádio foi uma manifestação de pessoas, que empunhavam cartazes, proferindo gritos de protestos contra o retorno de Manoel Junior.

Prestígio de Manoel Junior despenca em Pedras de Fogo

Manoel Junior foi taxado de fascista e corrupto entre outros adjetivos pouco edificantes para um homem público.

Sua trajetória tortuosa foi lembrada em coro pelos manifestantes, que, alto e em bom som, bradavam o repúdio que o ex-prefeito alcançou junto ao eleitorado de Pedras de Fogo.

Para muitos, a manifestação seria um aperitivo em comparação ao que vem pela frente e uma espécie de revide aos desatinos do ambicioso pré-candidato cujo desgaste político fez com que saísse às pressas da capital estigmatizado pelas muitas falsetas aplicadas no mundo político de tal intensidade que não conseguiu emplacar seu nome devido a sua reconhecida fama de raposa ladina.