É verão: época de consumir de forma consciente para não ter surpresa nas contas

Estamos na estação do ano mais delicada quando se trata de calor. Agora, no verão, é natural o aumento no consumo de água e energia, fator que impacta diretamente no valor das contas. Por isso, o momento é para ficar atento e economizar. Afinal, todo começo de ano é financeiramente mais apertado devido a gatos com matrícula e material escolar, IPVA, IPTU, entre outros.

Diante desse cenário, para não extrapolar na conta de energia é imprescindível enraizar uma nova cultura de consumo. “Pouca gente sabe, mas, nesse período, como os ambientes ficam mais quentes, os eletrônicos e eletrodomésticos consomem mais energia para funcionar com a mesma qualidade”, pontuou Carla Petrucci, coordenadora de Eficiência Energética da Energisa.

Sendo assim, mais do que nunca, esta é a hora para colocar em prática ações como trocar lâmpadas fluorescentes por de LED, não deixar aparelhos em modo stand-by, evitar abrir a geladeira constantemente, juntar muitas roupas para ligar o ferro de passar, usar a máquina de lavar na função lavagem rápida, se usar o ar-condicionado deixá-lo na temperatura 23º e programá-lo para desligar depois de um tempo, não ficar com o ventilador ligado o tempo todo, usar o chuveiro elétrico na função verão, e desligar todos os equipamentos da tomada ao viajar ou se ausentar por um longo período.

Essas simples dicas para eliminação do desperdício no consumo fazem toda a diferença na economia financeira e também são extremamente importantes para contribuir com a preservação do meio ambiente.

Consumo sustentável

Muito se fala sobre o esgotamento dos nossos recursos naturais, mas a realidade é que situação ainda não é tratada pela grande maioria com a seriedade que exige. Chegou a hora de aceitarmos que os recursos são finitos, mudarmos de comportamento e passarmos a consumir de forma sustentável e mais consciente.

Além de impactar diretamente no valor final das contas, a prática da redução de consumo, que significa consumir menos e melhor, leva em consideração os impactos ambientais, sociais e econômicos.

Confira algumas dicas para praticar o consumo sustentável:

– Ao comprar um eletrodoméstico verifique se tem o selo Procel;
– Prefira comprar roupas que não precisam ser passadas;
– Seque camiseta de malha em cabide para dispensar o uso do ferro;
– Faça reciclagem do seu lixo;
– Transforme resíduos orgânicos em adubo;
– Troque sacolas plásticas por reutilizáveis;
– Use papel reciclável para impressão e imprima apenas o que realmente for indispensável;
– Não use produtos descartáveis;
– Capte e reaproveite água da chuva;
– Opte por pilhas e baterias recarregáveis;
– Não jogue óleo na pia da cozinha;
– Consuma do negócio local e não fomente cadeias produtivas predatórias.