Alexya mostra a celebridades como BiCoimbra que Bayeux tem mais luz e calor humano que Paris

Quem tem competência sempre se estabelece em qualquer atividade principalmente quando a inteligência e o talento estão aliados à beleza.

Não foi diferente com a conselheira tutelar de Bayeux, Alexya César, que, em declaração elogiando o desempenho e a dedicação de colegas, prendeu a atenção de uma celebridade das redes sociais, BiCoimbra, que, entre outras referências, vem ser cunhada de Neymar.

Alexya dando o peixe para quem não sabe pescar

A cunhada de Neymar divide o tempo entre o luxo e o lixo levando de um para o outro o que pode ser dividido – e muitas vezes multiplicado – porque a humanidade sempre foi de extremos, aonde uns vivem em ambientes suntuosos e outros em casebres miseráveis à beira de mangues e de outros ambientes insalubres e deploráveis.

Porém, almas generosas como a de BiCoimbra, não perdem de vista, mesmo do alto de sua pirâmide, em Paris, onde reside com o cunhado famoso (pelos dribles e mais ainda pelas quedas), a miséria humana.

Conselheira sendo enaltecida por BiCoimbra

E dessa miséria se compadece quando de suas atividades como conselheira tutelar em Santos (SP) se depara com as mãos estendidas dos desafortunados, implorando a caridade cristã pelas esquinas da vida.

Consultora de moda, BiCoimbra é empresária bem-sucedida e catalogada como influente pelo numeroso séquito de admiradores que lhe acompanha nas redes sociais, onde oferece o requinte e a ostentação como estilo de vida.

Alexya com parentes e amigos distribuindo calor humano em Bayeux

Esta pessoa tão ambientada no luxo, tão celebrizada pelo desempenho e pelo parentesco, identificou na colega de Bayeux o lado humano que as elites muitas vezes não conseguem enxergar pela distância que as torres do poder e da história colocam entre os opostos da vida.

Alexya César com sua simplicidade brejeira, sua tez morena, seus traços delicados, seu perfil de Iracema e sua enorme empatia e simpatia atestadas pela votação expressiva que recebeu para o cargo também reconhecida pelo valoroso trabalho social que desenvolve em comunidades carentes de Bayeux e João Pessoa respaldada pela solidariedade da família e dos amigos, deve ter mostrado à celebridade encastelada na Cidade Luz e nas docas de Santos, que o calor humano não tem preço, muito menos grife, porque nasce e habita no coração de quem sente e se associa a dor e ao sofrimento do próximo.

Alexya, na sua rotina de amparar os desvalidos, distribuiu na Páscoa uma tonelada de peixes – acompanhado de coco  e muito afeto e carinho para pessoas necessitadas de Bayeux e João Pessoa.

Dessa forma, com muita humildade, Alexya mostrou ao mundo esfuziante de Paris, que Bayeux tem mais Luz do que se pode vislumbrar da Torre Eiffel.