Dia da Árvore: 10 mil mudas distribuídas em JP neste ano

Neste 21 de setembro, Dia da Árvore, a Prefeitura de João Pessoa, através da Divisão de Arborização e Reflorestamento da Secretaria de Meio Ambiente (Semam), faz um balanço positivo em relação à política ambiental desenvolvida na cidade.  Por meio do Viveiro Florestal de Plantas Nativas, gerenciado pela Semam, foram distribuídas e plantadas, este ano, 10.778 mudas de árvores nativas da Mata Atlântica. As mudas são entregues em eventos, promovidos pela Prefeitura e outras instituições, e também plantadas pelos técnicos nas áreas públicas urbanas e na recuperação de espaços degradados.

As mudas de árvores são produzidas no Viveiro Florestal de Plantas Nativas, que trabalha com espécies de plantas da Mata Atlântica, principal bioma de João Pessoa. Entre as espécies que podem ser encontradas estão os ipês rosa, amarelo, branco e roxo; sibipiruna, pau Brasil, pau formiga, jacarandá, castanheira do Maranhão, castanha do Pará, ipêzinho de jardim, guapuruvú, barriguda, craibeira, chichá entre outras.

Cada pessoa que for ao Viveiro pode pegar até duas mudas de planta nativa e receber as orientações dos técnicos responsáveis sobre a forma correta de fazer o plantio. O secretário de Meio Ambiente, Welison Silveira, destacou que o Viveiro Florestal de Plantas Nativas tem o objetivo de coletar, produzir e distribuir as mudas. “Trata-se de um dos equipamentos mais importantes na recuperação e manutenção de nossas áreas verdes. Nossos viveiristas estão presentes em quase todos os eventos púbicos da Semam. São os primeiros a chegar e os últimos a sair. Sem dúvida estão entre os principais profissionais da gestão pública, responsáveis pela qualidade de vida da população de João Pessoa, que pode desfrutar de espaços verdes”, concluiu.

Em 2021 foram plantadas e distribuídas 14.138 mudas de plantas nativas e este ano, até este mês de setembro, foram 10.778.

No Viveiro Florestal são produzidas as mudas de árvores nativas, utilizadas no plantio urbano, em áreas públicas como canteiros de ruas e avenidas, praças e parques, escolas públicas e Centros de Referência em Educação Infantil (Crei), além dos condomínios entregues à população pela Prefeitura e na recuperação de áreas degradadas. A produção de mudas é feita a partir de sementes selecionadas pelos viveiristas. A coleta das sementes é feita em árvores consideradas matrizes, em várias cidades da Paraíba. As sementes são coletadas, selecionadas e beneficiadas, até se transformarem em pequenas mudas.

Cadastro ambiental – Para preservar e ampliar o patrimônio ambiental da cidade, os técnicos da Semam, da Divisão de Arborização e Reflorestamento, estão fazendo o Cadastro Ambiental, dentro do programa “Agora tem Trabalho”. Os educadores ambientais da Semam percorrem as ruas dos bairros, e, de casa em casa, conversam com moradores, fazendo um levantamento para que, na frente de cada casa seja plantada uma árvore. Os educadores fazem um levantamento de dados, com nome, endereço completo e qual espécie é da preferência do morador. Com base nos dados é elaborado um plano de ação, para que sejam disponibilizadas mudas no Viveiro Florestal. As mudas são direcionadas para o plantio nos bairros cadastrados. Já foram cadastrados moradores do Valentina Figueiredo, Mumbaba, Praia do Seixas, Planalto Boa Esperança, Bairro das Indústrias, Gramame e Distrito Industrial.

Funcionando de segunda a sexta, das 8h às 16h, quem desejar buscar uma muda de árvore nativa da Mata Atlântica pode procurar os técnicos do Viveiro Florestal, na Rua Embaixador Sergio Vieira de Melo, s/nº – Valentina Figueiredo. São entregues até duas mudas de árvores por pessoa. Mais informações podem ser checadas pelo telefone (83) 98176-3199.

Secom-JP

Foto: Kleide Teixeira – Secom-JP