Deputado diz em áudio que corte de verba vai levá-lo tomar onde a galinha toma todo dia

Nada mais despudorado que as declarações que circulam em áudio pelas redes sociais mostrando o desabafo de um deputado estadual indignado com o corte nas verbas de gabinete adotado pela Assembleia Legislativa como contribuição do Poder ao enfrentamento da pandemia.

Lampião precisa explicar onde é que gasta com tranquilidade o dinheiro do povo

De forma deslavada, o Patriota de fancaria reconhece que não poderá mais gastar com tranquilidade o suado dinheirinho do contribuinte e que por isso vai tomar onde a galinha toma todo dia, o que é bem feito para deixar de ser descarado.

Esse Patriota de araque tem se distinguindo no exercício do mandato pela truculência e pela obtusidade crônica com que trata temas, os mais relevantes.

O nobre deputado, de postura reacionária, tem se esmerado em fakes News contra o estado numa perseguição cega que já lhe rendeu o titulo de rei das informações infundadas e o descrédito já bateu à porta de seu gabinete na mesma intensidade com que ele vocifera ameaças e intimidações bem ao estilo fascista tão em moda nos dias de hoje.

Deputado diz que sem verba vai fazer companhia as galinhas no terreiro

Que o deputado vá tomar aonde ele anunciou pelo áudio é um problema dele e se gostar mais ainda, o que não pode é um fato estarrecedor como este passar em brancas nuvens, porque ´se faz urgente que o Poder Legislativo venha explicar a sociedade onde e como se pode gastar a vontade e tranquilamente o dinheiro do povo sem ter que arriar as calças.

Abaixo transcrevemos texto do Paraíba Já com as declarações do deputado. Excluímos o áudio para não ofender a moral e os bons costumes:

Em um áudio que circula em grupos de WhatsApp, o deputado estadual Wallber Virgulino (Patriota), ao que aparenta, lamenta o corte na Verba Indenizatória de Apoio Parlamentar (VIAP) aprovado pela Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), na segunda-feira (11).

No áudio, Wallber parece estar indignado com a decisão dos cortes da VIAP, pelo fato de ter que diminuir suas despesas que saem mensalmente dos cofres públicos. A verba de gabinete à disposição dos parlamentares tinha sido reajustada para R$ 40 mil em setembro do ano passado, passando a ser paga em fevereiro deste ano. Com o corte, voltou a ser de R$ 25 mil mensais.

Além disso, nesta terça-feira (12), os parlamentares tiveram que entregar os carros locados pela ALPB.

No áudio, Wallber chega a usar palavrões. “Pra mim foi uma merda isso aí. Quebrou minhas pernas. Tirou de um canto que eu podia gastar e botou em outro, que eu não posso gastar com a tranquilidade que eu gastava no outro. Só tomei no c…”.

O corte na VIAP e nas despesas de custeio da ALPB faz parte das medidas do Programa de Apoio do Poder Legislativo de Enfrentamento do Coronavírus, que pretende economizar R$ 1 milhão durante dois meses, totalizando R$ 2 milhões, que serão doados ao Governo do Estado, para colaborar com as ações de enfrentamento à Covid-19.