Comitê Estadual do PCdoB divulga nota sobre enfrentamento ao coronavírus

Em reunião por meio de videoconferência, o Comitê Estadual do Partido Comunista do Brasil (PCdoB) na Paraíba avaliou os impactos da crise sanitária causada pela covid-19 no país. No encontro em sala virtual, o partido critica posicionamentos do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e do prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues (PSD), em relação ao enfrentamento à pandemia do coronavírus. O encontro virtual, realizado no último dia 16, emitiu uma nota oficial que pode ser conferida logo abaixo:

 

PARTIDO COMUNISTA DO BRASIL

COMITÊ ESTADUAL DA PARAÍBA

Paraibanos,

O Comitê Estadual do PCdoB-PB reunido nesta data, em sala virtual, avaliou os impactos da pandemia da covid-19, considerando o cenário mundial de crise prolongada do sistema capitalista e assim como a realidade brasileira agravada com as ameaças à democracia e a caótica gestão do governo Bolsonaro.

Além da intranquilidade trazida pela proliferação do vírus, que avança em todo o país, o Brasil encontra-se sem rumo. As ações do presidente da República, tentando impor aos brasileiros suas ideias estapafúrdias e seu autoritarismo, só aprofundam o quadro de crises (política, econômica e sanitária, além de ataques às instituições democráticas), levando confusão à população e insegurança no combate à pandemia. A forma de conduzir a questão da covid-19 é irresponsável, criminosa, daí ser acusado de genocida. Sua condução política mal esconde suas intenções de semear o ódio, e atacar o estado democrático de direito.

No contraponto deste desastre, a atuação do Consórcio Nordeste, e da maioria dos governadores e prefeitos tem procurado responder à crise sanitária com medidas corretas, indicadas pelas autoridades da saúde, em especial a Organização Mundial de Saúde.

Ressaltam neste cenário a condução positiva do governador João Azevedo, do prefeito de João Pessoa Luciano Cartaxo e muitos outros prefeitos paraibanos. Por outro lado, merecem repúdio as atitudes e insinuações do prefeito de Campina Grande Romero Rodrigues que estimulam e acobertam ações que colocam em risco a saúde da população e humilham os trabalhadores e todo povo de Campina Grande.

Para o PCdoB, é imperativo que avancemos na construção de uma ampla frente política e social em defesa da vida, do emprego e da democracia. Nela se somam governadores, prefeitos, partidos políticos, personalidades de diversos segmentos e organizações da sociedade e autoridades de poderes da República atacados pelo bolsonarismo.