Clube dos Oficiais comemora e enaltece participação de militares na política

Um fenômeno que vem se alastrando pelo Brasil, depois do advento da chapa verde-oliva que chegou ao palácio da Redenção, começa atrair a atenção do eleitor paraibano: a formação de chapas com a participação de militares, ou chapas formadas só por militares, como acontece em Bayeux, onde dois capitãs se apresentaram para a disputa.

Um fenômeno que os especialistas ainda não conseguiram explicar, mas que deveria supostamente apontar para uma opção cuja conotação de disciplina e hierarquia acenaria como solução para um cenário de anarquia que a classe política instalou com a repercussão de escândalos monumentais, por onde o dinheiro público tem-se esvaído numa hemorragia difícil de estancar.

Sena e Jaerson: eles formam dobradinha em Bayeux

A desconfiança no político profissional, cujo repertório de engodos e promessas vazias já está esgotado, recomendaria uma escolha mais pudica, mais casta, que sinalizaria para o rigor castrense das casernas, onde os pilares da disciplina e da hierarquia se impõem.

A profusão de chapas com a participação de militares ensejou, inclusive, uma nota do Clube dos Oficiais que saúda com entusiasmo essa convocação das urnas, aos militares, que resolveram preencher esse vazio de confiança que os desmandos da política geraram.

Coronel Francisco comemora participação militar na politica

A onda fardada tem chamado a atenção e um dos programas mais ouvidos do Rádio paraibano, Rede Verdade, comandado pelo jornalista Luiz Torres, faz um especial hoje com a participação de vários militares que disputam cargos eletivos nas eleições deste ano.

Na nota, o presidente da entidade de classe mais representativa dos servidores públicos paraibanos festeja a participação e enaltece o desejo dos integrantes da corporação de se prestarem para atender a esse anseio d eleitor sedento de probidade;

Abaixo a nota do Clube:

O Clube dos Oficiais da Polícia e Bombeiros Militares da Paraíba, na pessoa do seu presidente, Coronel QOC/RR Francisco, parabeniza a todos os militares ativos e inativos, que colocaram seus nomes à disposição da população paraibana, concorrendo a cargos eletivos (prefeitos, vice-prefeitos e vereadores) nas eleições vindouras, em diversas cidades do nosso Estado.

Os militares como qualquer cidadão de bem, têm o direito constitucional de votarem e serem votados, elegerem e serem eleitos, não se trata de modismo, e o CLUBE DOS OFICIAIS se alegra com a candidatura de todos os companheiros de farda que se apresentam como opções para participarem ativamente da política paraibana.

Os Oficiais e Praças, candidatos, receberam convites de diversos partidos políticos, em virtude de suas condutas ilibadas e capacidades de gestão, e são militares honrados, íntegros, honestos e fiéis a pátria, tanto na vida militar quanto na vida civil, estando aptos e em condições de bem representar o povo paraibano.

Que Deus possa abençoar a caminhada de todos os militares candidatos, e que, se eleitos forem, honrem seus nomes, suas histórias, e implementem ações concretas em prol do povo paraibano, em especial do povo humilde e sofrido do nosso Estado.

João pessoa, PB, 22 de setembro de 2020.

Francisco de Assis Silva – Cel QOC/RR
Presidente do COPM-BM-PB