Censo 2022: 36 cidades paraibanas já finalizaram coletas para o levantamento

A Paraíba avança na coleta de informações nos setores do Censo Demográfico 2022. Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 36 cidades paraibanas já concluíram as coletas e apenas 38 ainda possuem amostragens não iniciadas. Ao todo, o estado tem 63,6% de amostras concluídas, 29,8% em andamento e 6,7% não iniciadas, sendo o nono estado com maior percentual de coletas já finalizadas e o décimo entre as unidades com amostragens em andamento.

Estão na lista de cidades que já concluíram os municípios de Alcantil, Algodão de Jandaíra, Areia de Baraúnas, Assunção, Barra de São Miguel, Boqueirão, Igaracy, Brejo dos Santos, Carrapateira, Caturité, Coxixola, Desterro, Gado Bravo, Lagoa, Lastro, Mãe d’Água, Malta, Matureia, Natuba, Passagem, Paulista, Pilõezinhos, Poço Dantas, Riachão do Bacamarte, Riacho de Santo Antônio, Santa Helena, São Bentinho, São Domingos, São José do Bonfim, São Sebastião de Lagoa de Roça, Triunfo, Várzea e Vieirópolis.

Entre os 223 municípios, apenas 38 ainda possuem amostragens não iniciadas, representando os domicílios ainda não visitados. Marcação, Conde, Cabedelo, João Pessoa e Pitimbu possuem os percentuais mais expressivos, com 51,9%, 36,8%, 32,4%, 22,6% e 21,4% respectivamente.

Entre as cidades com maior concentração habitacional, Campina Grande aparece com melhor andamento das coletas. Ao todo, foram finalizadas 67,7% das amostragens, outras 31,5% estão em andamento e apenas 0,9% ainda não foram iniciadas entre os 779 setores censitários.

Além dos 22,6% ainda não iniciados, a capital João Pessoa tem, entre os 1.646 setores, 40,9% de amostragens concluídas e 36,5% em andamento. Santa Rita chegou a 51,8% de amostras concluídas, 34,4% em andamento e 13,8% ainda não iniciadas entre os 311 setores. Enquanto isso, Patos aparece com 64,6% concluídas e 35,4% em andamento entre os seus 223 setores.

O município de Serra Branca possui, entre as 223 cidades, o menor índice de amostras concluídas 7,9%, montante abaixo da média. Porém, todas as demais 92,1% das coletas estão em andamento, sem margem de amostragem não iniciada.

As amostras em andamento em todos os estados e municípios podem sofrer alteração com atualização nos próximos dias, aumentando o percentual de adesão.

Entre as Unidades Federativas, apenas dois estados ainda não ultrapassaram os 50% de amostras coletadas, são eles o Acre com 48,4% e o Mato Grosso, com 44%. O Nordeste é o maior destaque entre as regiões, isto porque oito dos nove estados nordestinos estão entre os 10 maiores índices de adesão às amostragens já concluídas.

O Rio Grande do Norte na liderança, com o montante de 81,8%; seguido pelo Amazonas com 79,9%. Além desses, a lista segue com o Piauí (79,5%), Sergipe (78,5%), Alagoas (77,7%), Pernambuco (75,4%), Maranhão (73,4%), Ceará (68,5%), Paraíba (63,6%) e Rondônia (63,3%).

Até o momento, 151.984.579 pessoas já participaram do Censo 2022 em todo o país, com 62% concluído, 30,3% em andamento e 7,7% amostragens não iniciadas.

O IBGE planejava o término do levantamento para outubro, no entanto o prazo precisou ser ampliado para dezembro em função da dificuldade em contratar e manter os recenseadores em campo. Isto porque os trabalhadores temporários do IBGE precisam enfrentar a recusa da população em não aceitar a participação para responder aos questionários, além de notícias falsas disseminadas sobre os profissionais. Republicado do jornal A União