Cartaxo paga quase R$ 5 mi à empresa sem concluir revitalização da Bica

A Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), durante a gestão do ex-prefeito Luciano Cartaxo, realizou diversos pagamentos à empresa Virtual Engenharia LTDA, responsável pela execução da requalificação do Parque Zoobotânico Arruda Câmara (Bica), entre os anos de 2018 e 2020. O montante pago está em R$ 4.627.816,85. A obra, orçada em cerca de R$ 8,3 milhões, foi contratada em novembro de 2017 e sofreu com atrasos no cronograma, chegando a ser investigada pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE-PB) pelo mesmo motivo.

Foto Cleide Teixeira

De acordo com o Sistema de Acompanhamento da Gestão dos Recursos da Sociedade (Sagres) do TCE-PB, em 2018 a gestão Cartaxo pagou R$ 741.066,14. Já em 2019, R$ 1.522.411,14 foram desembolsados à empresa. No ano passado, o pagamento total foi de R$ 2.364.339,57. (Confira os empenhos abaixo).O projeto, que tinha o prazo de 15 meses para conclusão, devia ter sido finalizado em fevereiro de 2019, no entanto, houve atraso no cronograma e a primeira etapa foi entregue apenas em agosto de 2019.

Na segunda etapa da obra, entregue em agosto do ano passado, foram finalizadas a reforma do serpentário e os novos recintos dos grandes felinos e mamíferos.

Durante o anúncio das reformas e obras que seriam realizadas no local, o ex-gestor garantiu que o espaço seria entregue, com as manutenções prontas, em até 14 meses. No entanto, algumas áreas do local parecem estar em total abandono há anos.

Parque Zoobotânico Arruda Câmara é investigado pelo Tribunal de Contas do Estado da Paraíba
Em agosto do ano passado, o Tribunal de Contas do Estado da Paraíba abriu investigação devido atraso de um ano na conclusão das obras.

De acordo com o relatório de inspeção de obras do órgão, nas reformas realizadas no parque constaram irregularidades como: ausência de projetos executivos, lentidão no andamento, deficiência no pagamento e reajuste do contrato de obra, entre outras.

Confira os pagamentos detalhados

Alguns empenhos não estão incluídos no cálculo por estarem com R$ 0,00 e outros por não terem relação com a obra da Bica.