Câmara Municipal de João Pessoa decreta luto oficial pela morte do diretor adjunto de Comunicação da Casa, Eduardo Carneiro

Só quem teve o privilégio de conviver com Eduardo Carneiro, de gozar de sua pacata companhia, de sua enorme s0lidariede, da sua lhaneza no trato com os demais, na sua constante alegria, pode dimensionar a perda desse Cavalheiro do Século XXI.

Edu não foi simplesmente um gentleman; foi antes de tudo um homem de convicções arraigadas, e delas jamais se distanciou na sua curta permanência nesse plano.

Antônio Eduardo Carneiro notabilizou-se ao longo da sua vida pelo talento e correção no trato com os colegas e amigos

Profissional dos mais brilhantes, que ascendeu rápido os patamares da profissão, tinha a ética e a cordialidade como bandeiras.

Partiu cedo, mas deixou uma trajetória que serve de exemplo numa profissão tão carente de pessoas como ele.

Esse editor jamais esquecerá o sorriso franco com que Edu respondia a sua saudação: “Como vai, meu filho?”

E ele com seu sorriso cativante, retrucava: ” Vou bem, meu pai!”

Deixa saudades e um vazio difícil de ser preenchido. (Lelo Cavalcante, Jampanews)

A imprensa paraibana está de luto pela morte do jornalista Eduardo Carneiro, de 51 anos. Perdemos neste sábado (1) um grande paraibano e, no caso da Câmara Municipal de João Pessoa, um grande colega de trabalho. Antônio Eduardo Carneiro notabilizou-se ao longo da sua vida pelo talento e correção no trato com os colegas e amigos. Enquanto diretor adjunto de Comunicação da Câmara, foi um espelho para todos os que com ele trabalharam.

Natural de Mulungu, ainda muito jovem, mudou-se para João Pessoa, onde formou-se em jornalismo pela Universidade Federal da Paraíba, em 1994. De lá para cá, ocupou cargos de destaque nos principais jornais e rádios do Estado, além de ter tido uma presença marcante no serviço público. Também dedicou-se ao ramo da gastronomia, deixando sempre um exemplo de correção e carinho a ser seguidos por todos. Por tudo isso, a morte precoce, provocada pela Covid-19, causa tanta tristeza aos amigos e colegas.

E é com profundo pesar que a Câmara Municipal de João Pessoa lamenta a morte e decreta Luto Oficial por três dias em homenagem ao funcionário. Com imagem profissional irretocável, Eduardo Carneiro será para nós sempre um exemplo. Por isso, nesse momento de dor profunda, manifestamos nossos sentimentos à família e aos amigos.

 

O momento é de grande tristeza.

 

Mesa Diretora da Câmara Municipal de João Pessoa

 

 

Secom/CMJP